Publicidade
Manaus
DURANTE REVISTA

Materiais para escavação são encontrados dentro da Unidade Prisional do Puraquequara

Foram encontrados durante o procedimento de revista dois sacos com barro, duas bocas de lobo caseiras e um martelete caseiro. Todos os materiais foram removidos das celas da galeria 6 da unidade, que atualmente possui 1.303 internos 10/02/2017 às 16:59 - Atualizado em 10/02/2017 às 17:09
Show upp
Materiais encontrados. Fotos: Divulgação
acritica.com Manaus (AM)

Durante revista na manhã desta sexta-feira (10) na Unidade Prisional do Puraquequara (UPP), a Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap) e a Polícia Militar do Amazonas encontram materiais que seriam utilizados para a escavação de um túnel.  O presídio fica localizado na Estada do Puraquequara, no km 2 do ramal Bela Vista.

De acordo com o secretário de Estado de Administração Penitenciária, tenente-coronel Cleitman Coelho, durante uma fiscalização diária, foi constatado um bueiro com barro na rede de esgoto da UPP. “O objetivo da revista de hoje foi retirar barro e materiais de escavação que poderiam estar sendo utilizados para iniciar a abertura de túneis”, disse o secretário.


Equipe envolvida na revista da unidade prisional

Foram encontrados durante o procedimento de revista dois sacos com barro, duas bocas de lobo caseiras e um martelete caseiro. Todos os materiais foram removidos das celas da galeria 6 da unidade, que atualmente possui 1.303 internos.

Efetivo

A revista contou com um efetivo de 216 pessoas, entre policiais militares do Comando de Policiamento Especializado (CPE), Seap e Umanizzare Gestão Prisional. O defensor público da Defensoria Especializada de Direitos Humanos, Roger Moreira acompanhou o procedimento de revista com os membros da Comissão de Direitos Humanos da Ordem dos Advogados do Brasil, Seccional Amazonas (OAB-AM), Epitácio Almeida e Glen Wilde.

O secretário Cleitman Coelho explicou que a movimentação dos internos serve como um alerta para ações que possam desestabilizar o sistema prisional.  “A fiscalização acima de tudo faz parte da rotina, e nesse caso específico foi para evitarmos possíveis construções de túneis que venham a ser utilizados para a fuga em massa de internos dessa unidade”.

Publicidade
Publicidade