Quarta-feira, 11 de Dezembro de 2019
TURMA DA MÔNICA

Maurício de Souza visita Escola Estadual e elogia povo amazonense

Criador da 'Turma da Mônica', o cartunista veio para Manaus à convite do Consulado do Japão e vai palestrar durante as comemorações dos 90 anos da imigração japonesa



WhatsApp_Image_2019-09-20_at_10.45.02_3E6A8A98-472E-40A4-A612-E0406E5481D3.jpeg Foto: Junio Matos
20/09/2019 às 12:31

A estreita relação com a cultura japonesa foi a principal motivação da visita do cartunista Mauricio de Souza à Escola Estadual de Tempo Integral Bilíngue Professor Djalma da Cunha Batista, no Japiim, zona Sul de Manaus, a primeira escola pública bilíngue português-japonês do Amazonas. Na manhã desta sexta-feira (20), Mauricio, acompanhado da esposa Alice Takeda, conheceu de perto as atividades bilíngues desenvolvidas na escola bem como assistiu a apresentações culturais e bateu um papo com os alunos. 

A visita do cartunista à capital amazonense foi viabilizada pelo Consulado Geral do Japão em Manaus e faz parte de uma extensa programação em comemoração aos 90 anos de imigração japonesa na Amazônia Ocidental. 

Mauricio ficou encantado com tudo o que viu na escola amazonense. ‘’O que vi aqui nessa escola seria o ideal para todas as escolas do Brasil. Adorei conhecer de perto a orientação dos professores e a disciplina dos alunos’’, disse, lembrando que cresceu em Mogi das Cruzes, na região metropolitana de São Paulo, onde havia muitos descendentes de imigrantes japoneses - o que explica a sua admiração de longa data pela cultura japonesa. 

O cartunista lembrou que, recentemente, lançou o ‘’Programa Novo Mundo’’, cujo objetivo é amenizar os impactos de adaptação cultural de filhos de brasileiros que se mudaram para o Japão de forma lúdica por meio de uma cartilha distribuída gratuitamente nas escolas japonesas. ‘’Estamos cada vez mais ligados à educação, que é o viés mais importante de toda a nossa produção [na Mauricio de Souza Produções]’’, frisou.  

Ídolo de gerações, Mauricio ressaltou que, embora tenha visitado poucas vezes a capital amazonense, ainda se impressiona com o alcance e a familiaridade que as pessoas têm com o seu trabalho. ‘’Conheci alguns [alunos] bons candidatos a desenhistas nesta escola. Senti a proximidade das crianças com os nossos personagens. Mesmo à distância, é bom saber que as pessoas me reconhecem e me tratam maravilhosamente bem. Em alguns momentos cheguei a me emocionar’’, disse. 

Fã de longa data e pertencente a uma das gerações que aprenderam a ler com os gibis da Turma da Mônica, a professora de artes da Escola Estadual de Tempo Integral Bilíngue Professor Djalma da Cunha, Maria Lúcia Freire, preparou, com os alunos, um mural em forma de quadrinhos com mensagens de boas-vindas a Mauricio de Souza. Emocionada por ter conhecido de perto um ídolo de infância, ela contou que crescer lendo os gibis da Mônica, do Cebolinha, do Cascão e cia. a ajudaram a escolher as artes como profissão. 

‘’Ele ter prestigiado um trabalho coordenado por mim foi a realização de um sonho de menina. Eu aprendi a ler com os gibis da Mônica. A minha filha também. Um dia, quem sabe, quero poder ser uma das desenhistas do estúdio dele’’, disse.

O cartunista fica na capital amazonense até amanhã. Hoje, às 19h, ele ministrará uma palestra no Jungle Matsuri, no Studio 5 Centro de Convenções, zona Sul de Manaus, onde apresentará os novos produtos da Turma da Mônica a serem lançados do mercado, além de atender os fãs. Amanhã, às 9h, ele retorna à Escola Estadual de Tempo Integral Bilíngue Professor Djalma da Cunha, onde ministrará uma palestra para os pais e alunos da unidade de ensino voltado ao tema ‘’educação no modelo desenvolvido pelos japoneses’’.



News guilherme 1674 2977771b 6b49 41af 859a ef3c3b62eae8
Repórter do caderno de Cidades - Jornal A Crítica

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.