Sábado, 07 de Dezembro de 2019
ABUSO SEXUAL

Mecânico é preso por estupro de enteada e mãe pode responder por omissão

Primeiro abuso sexual aconteceu quando a vítima tinha apenas seis anos. Na ocasião, a polícia conta que a mãe pode ter tomado conhecimento do caso e omitido o crime



edit_66527589-4A04-483D-A23A-AB34C8357F89.jpg Foto: Divulgação
14/11/2019 às 17:12

Um mecânico de 48 anos foi preso na manhã desta quinta-feira (14), suspeito de estuprar a própria enteada, uma adolescente de 12 anos, no bairro Colônia Terra Nova, Zona Norte de Manaus. Segundo a polícia, os abusos iniciaram quando a menina tinha apenas seis anos. A mãe será investigada por possível omissão.

De acordo com a titular da Delegacia Especializada em Proteção à Criança e ao Adolescente (Depca), delegada Joyce Coelho, na ocasião do estupro, a menina teria avisado a mãe sobre o ocorrido. Entretanto, a mulher não acreditou na palavra da filha, que passou a morar com a avó materna.



A pedido da própria mãe, a filha voltou a morar com ela quando completou 12 anos. O padrasto passou a abusar novamente da vítima, que revelou o caso para alguns membros da igreja onde a família congrega. Tomando conhecimento do caso, a avó resolveu formalizar a denúncia na Depca em março deste ano.

Com as investigações em curso, foi solicitado exame de conjunção carnal na menina, que constatou a veracidade do estupro.

um mandado de prisão preventiva contra o homem foi expedido no dia 8 deste mês e cumprido nesta manhã, em uma oficina mecânica nas proximidades do bairro Colônia Terra Nova.

"Nós iremos continuar apurando o caso, para verificar essa possível omissão por parte da mãe da criança", esclareceu a delegada.

O acusado foi autuado por estupro de vulnerável e apresentado ainda na tarde desta quinta (14), na sede da Depca, de onde foi encaminhado para uma audiência de custódia.


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.