Terça-feira, 20 de Agosto de 2019
Acidente aéreo

Médico do Chapecoense diz que atletas que sobreviveram não estão fora de perigo

Durante a escala em Manaus, o médico Fabiano Winckler falou sobre o quadro de saúde dos jogadores Alan Ruschel, Jakson Follmann e Neto



m_dico.JPG O médico do time disse que os jogadores que sobreviveram ao acidente apresentam uma evolução clínica, mas não estão fora de perigo. Foto: Clovis Miranda
03/12/2016 às 01:11

Durante a passagem por Manaus na noite desta sexta-feira (2), o médico do time Chapecoense, Fabiano Winckler, em entrevista ao portal A Crítica, disse que ainda não há como descartar o risco de morte dos sobreviventes do acidente aéreo, apesar de apresentarem uma evolução clínica satisfatória. Os jogadores Alan Ruschel, Jakson Follmann e Neto foram os únicos sobreviventes do time no acidente aéreo em Medellín, na Colômbia, nesta semana.

"Pelo tamanho da tragédia que aconteceu, podemos dizer que eles tiveram mais uma oportunidade de vida. Tivemos uma grata surpresa ao chegar à Colômbia e ver que os médicos de lá estão acima daquilo que imaginávamos. A evolução clínica deles é bem satisfatória, mas não estão fora de perigo, que fique bem claro isso, e não podemos tirá-los do perigo porque existem riscos de sépsis, infecções, tromboembolismo e alvos de complicações mais médicas", adiantou, descartando ainda que não há previsão de alta para nenhum dos atletas.

Para acompanhar o quadro de Alan Ruschel, Jakson Follmann e Neto, o Chapecoense deixou um médico intensivista na Colômbia. "No sábado [3] deve chegar um médico ortopedista, especialista em coluna. Assim como o prefeito falou, nós vamos revezando. Na outra semana vai outro grupo de médicos, porque todo mundo tem família. Estou fora de casa há cinco dias. Sobre a questão da melhora, o Neto teve uma evolução, conseguimos desmamar o Alan do respirador, assim como tiramos o respirador do Jackson. É uma boa evolução, mas não estão fora de perigo", informou.

Todos os 71 mortos na queda do avião da Chapecoense foram identificados no Instituto Médico Legal de Medellín. O avião caiu perto da cidade colombiana de Medellín na madrugada de terça-feira (29), deixando, além de 71 mortos, seis feridos.

Receba Novidades

* campo obrigatório

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.