Quarta-feira, 19 de Junho de 2019
PSC Joãozinho

Médico e anestesista brigam durante cirurgia de menino que bateu a cabeça

Os dois se agrediram fisicamente e o caso foi parar na delegacia. O paciente está na UTI e a Susam vai investigar a conduta dos profissionais



sfdfsdfsdf.JPG Foto: Arquivo/AC
05/08/2016 às 17:05

Um neurologista e um anestesista do Hospital e Pronto-Socorro da Criança do João Lúcio, na Zona Leste de Manaus, foram parar na delegacia após brigarem durante uma cirurgia. Segundo a polícia, o caso ocorreu na noite de quinta-feira (4). Os dois homens foram liberados após assinarem um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO).

De acordo com o delegado Rafael Allemand, titular do 9º Distrito Integrado de Polícia (DIP), o caso ocorreu por volta das 23h. Na ocasião, os dois teriam se desentendido durante um procedimento cirúrgico e se agredido fisicamente.

Ainda segundo ele, os dois homens prestaram depoimento na delegacia. Eles foram liberados após assinarem um TCO. "Não foi nada grave. Um culpou o outro, mas acabaram indo pras vias de fato. Não vai ser aberto um inquérito. O caso vai ser encaminhado à Justiça", disse Allemand.

Susam apura conduta de médicos

A Secretaria Estadual de Saúde (Susam) informou que está abrindo sindicância para apurar os fatos envolvendo os profissionais médicos Odilamar Santos de Andrade, cirurgião, e Aldo Sales, anestesista, ambos de empresas terceirizadas, que se envolveram em uma briga no plantão desta madrugada, dentro do Pronto-Socorro da Criança (PSC) da Zona Leste (Joãozinho).

O PSC da Zona Leste faz parte do complexo hospitalar do Pronto-Socorro Dr João Lúcio, com equipes de neurocirurgiões que atendem de forma conjunta. O diretor do hospital, José Jorge Pinheiro, solicitou das empresas das quais os profissionais fazem parte – Clínica Amazonense de Neurocirurgia (CAN) e Cooperativa Amazonense de Anestesiologistas (Coopaneste) – o imediato afastamento deles, enquanto ocorre a sindicância.

A direção do PS João Lúcio ressaltou que repudia esse tipo de conduta entre profissionais e que tomará todas as medidas cabíveis para coibir atos semelhantes.

O hospital informou que o paciente que estava em atendimento, um menino de 14 anos, passou por cirurgia e encontra-se em recuperação na Unidade de Terapia Intensiva (UTI), como requer o caso. Ele deu entrada no hospital em estado grave, após sofrer uma queda e bater a cabeça. Segundo a Susam, todos os cuidados estão sendo adotados para sua recuperação. 

Receba Novidades


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.