Publicidade
Manaus
SAÚDE

Médicos do Hospital Francisca Mendes ameaçam parar devido a atraso de salários

Profissionais informaram que o pagamento está atrasado desde agosto e a direção do hospital argumenta que não está recebendo repasse do Sistema Único de Saúde (SUS) com a devida regularidade 21/12/2017 às 16:43
Show francisca menses
Foto: Arquivo/AC
Silane Souza Manaus (AM)

Um grupo de 20 a 30 médicos da empresa Medint – Medicina Iterativa Ltda, que presta serviço no Hospital Universitário Francisca Mendes (HUFM), referência em cardiologia na rede estadual de saúde do Amazonas, está sem receber salário há quatro meses. A situação, de acordo com eles, está ficando insuportável e uma paralisação completa dos serviços não está descartada.

Os profissionais, que falaram com a reportagem com a condição de anonimato para evitar represálias, disseram que estão preocupados visto que não há nenhuma posição de que o acordo propagado pelo Governo do Estado com as empresas médicas que prestam serviços à rede pública para o parcelamento das dívidas que foram herdadas de administrações passadas alcance eles também.

Conforme um cardiologista, o pagamento está atrasado desde agosto e a direção do hospital argumenta que não está recebendo repasse do Sistema Único de Saúde (SUS) com a devida regularidade. O que eles não acreditam, tendo em vista que o diretor da instituição foi preso, na semana passada, em uma operação da Polícia Federal (PF) por suposto envolvimento em desvios de recursos da saúde do Estado.

“Então não sabemos a verdade dos fatos e esperamos que a nova direção apresente propostas concretas para regularizar esses atrasos no pagamento. A situação está ficando insuportável e uma paralisação completa dos serviços não está descartada”, afirmou. Ele ressaltou ainda que os médicos estão se “bancando” para poder trabalhar quando deveria ser o contrário.

A Secretaria de Estado de Saúde (Susam) informou que não possui contrato direto com a Medint – Medicina Iterativa, por isso ela não está entre as empresas que firmaram acordo com o Governo do Amazonas para o parcelamento das dívidas que foram herdadas de gestões passadas.

O contrato da empresa é diretamente com a Unisol, entidade que dá apoio à Universidade Federal do Amazonas (Ufam) e que é responsável pela gestão do Hospital Universitário Francisca Mendes. “A Susam ressalta que os pagamentos da Unisol são feitos conforme repasse do Governo Federal, pelo Sistema Único de Saúde. A próxima competência será paga até o fim do mês”, disse em nota.

Nova diretora toma posse

A farmacêutica Juliana Dias Palheta foi empossada, ontem, como diretora do Hospital Universitário Francisca Mendes (HUFM). A escolha de Juliana, que já ocupou a diretoria administrativa financeira do hospital, saiu de um consenso entre a Secretaria de Estado de Saúde (Susam) e a Universidade Federal do Amazonas (Ufam). 

A Ufam é parceira da Susam na gestão do hospital. Juliana ocupa o cargo, em substituição ao médico Pedro Elias de Souza, que foi preso na operação Custo Político.

Ao ser empossada, a farmacêutica agradeceu aos funcionários e se comprometeu em honrar a função. “Eu não pretendo trabalhar sozinha e sei que só vamos atingir a excelência na qualidade com o apoio de todos”, completou Juliana Palheta, que atua no Hospital Francisca Mendes desde 2007, onde já atuou como farmacêutica na gerência de risco e, em 2015, como diretora administrativa e financeira.

O secretário de Estado de Saúde, Francisco Deodato, e o reitor da Ufam, Sylvio Puga, participaram da cerimônia de posse, realizada no Centro de Estudos e Pesquisa (CEP) do Hospital.

Estado pagou dívidas com cooperativas

No último dia 7, a Secretatia de Estado de Saúde do Amazonas (Susam) informou que fechou acordo para pagamento do passivo da dívida herdada de gestões passadas com 100% das cooperativas de saúde que prestam serviços para a rede estadual.

O Instituto de Traumato Ortopedia do Estado do Amazonas (Itoam), o único que faltava receber, assinou naquele dia mesmo o acordo que define um calendário fixo de pagamento dos atrasados.

Publicidade
Publicidade