Publicidade
Manaus
Manaus

Melhores do carnaval serão premiados com o novo ‘Estandarte do Povo'

A CRÍTICA retoma o 'Estandarte do Povo', desta vez remodelado para escolher os melhores fora do julgamento oficial 14/11/2015 às 13:38
Show 1
Criado pelo fundador da RCC, Umberto Calderaro Filho, na década de 1970, o ‘Estandarte do Povo’ é uma das principais premiações do Carnaval de Manaus
Náferson Cruz ---

O ‘Estandarte do Povo’, premiação concedida pela Rede Calderaro de Comunicação (RCC) às escolas de samba do Grupo Especial que mais se destacam na avenida, volta a marcar presença no próximo Carnaval de Manaus. Interrompida ano passado, a premiação concedida à melhor escola de samba e aos melhores em sete itens do Carnaval, será remodelada para também escolher os melhores na avenida em categorias fora do julgamento oficial.

Entre os novos itens que vão compor o ‘Estandarte’ estão: melhor puxador de samba, passista mais bonita, melhor carro alegórico e artistas, entre outros, que ainda serão definidos. Como aconteceu nas edições anteriores, o Estandarte conta com um corpo de oito jurados, sem qualquer envolvimento com as escolas, que analisam os itens bateria, harmonia, fantasia, comissão de frente, mestre-sala e porta-bandeira, enredo e samba-enredo.

Criada na década de 70 por iniciativa do fundador da RCC, jornalista Umberto Calderaro Filho, a premiação retorna após a renovação da gestão do Carnaval de Manaus, agora sob a responsabilidade da Comissão Executiva das Escolas de Samba de Manaus (Ceesma), que tem o objetivo de reconhecer o trabalho das escolas.

Respeito e organização

Segundo o diretor-presidente do Sistema A Crítica de Rádio e TV, Dissica Tomaz Calderaro, as escolas de samba respeitam o prêmio e a forma como ele é realizado porque há organização, neutralidade e seriedade. A iniciativa, que já virou tradição, vem, ao longo de décadas, se transformando numa das principais premiações do Carnaval amazonense.

“Entendemos a necessidade de premiar a melhor bateria, o samba enredo, a fantasia e outros itens, mas também precisávamos homenagear outros personagens que fazem história no Carnaval e que ajudarão a elevar o nível do evento”, explicou o diretor-presidente do Sistema de Rádio e TV da RCC, lembrando que nenhum dos jurados pode ter qualquer ligação com as escolas que se apresentam. O julgamento das escolas é feito por jornalistas e pessoas ligada às artes. Contudo, nenhum pode ter qualquer ligação com as escolas que se apresentam.

Vídeos

E para oferecer a melhor comodidade ao folião, a Central do Carnaval exibirá vídeos de eventos carnavalescos, com o intuito de prestar informações extras.

 Fantasias

Também haverá informações destinadas  ao desfile das escolas de samba do grupo especial de Manaus, com venda das fantasias e ingressos de mesas e camarotes.

 Espaço

Projetado para ser um espaço bastante amplo, está sendo estudado que a Central do Carnaval ofereça serviços diversos em outras áreas ligadas ao festejo popular.

Premiação valorizada

A escolha dos premiados pelo ‘Estandarte do Povo’ concedida pelo A CRÍTICA   é valorizada pelos dirigentes das escolas de samba de Manaus por ser uma iniciativa isenta e idônea. Inclusive, na década de 90, houve um ano em que não aconteceu a premiação oficial, mas o desfile aconteceu e o “Estandarte do Povo” foi considerado o “grande prêmio” da avenida pelos foliões.

Espaço para o folião em shopping

Um verdadeiro encontro do folião com organizadores das festas carnavalescas, além de vitrines para a venda de fantasias e abadás das bandas. É com esta proposta que passará a funcionar, na primeira semana de janeiro, em um shopping de Manaus, a “Central do Carnaval”.

O espaço irá oferecer uma superestrutura para o folião poder garantir seu carnaval, adquirir ingresso de eventos e também encontrar uma variedade de produtos, como souvenirs e lembranças do Carnaval da Manaus.

Uma das propostas, segundo  segundo o diretor-presidente do Sistema A Crítica de Rádio e TV, Dissica Tomaz Calderaro, é ajudar as pessoas a escolherem suas programações e seus blocos e locais favoritos. De acordo com Dissica, com o novo espaço, o Carnaval vivenciará um novo momento em relação à publicidade e conceito  do evento. “Só temos a evoluir diante deste segmento”, destacou.

Movimento

Na ‘Central do Carnaval’, o folião também poderá encontrar informações, realizar a troca de ingressos, conhecer a agenda dos blocos, adquirir camisas, CDs e adereços das agremiações.

E a interação com o público não pára por aí. Quem for à Central poderá participar das  aulas de frevo e percussão, com tamborim e pandeiro. Também serão expostos na Central os protótipos de fantasias para os bailes infantis de Carnaval.  A previsão é que o  espaço deva  abrir as portas com a presença de passistas e uma banda carnavalesca, que prometem  agitar os foliões que forem à Central do Carnaval.

O serviço no local será oferecido diariamente, até depois do Carnaval. Dissica Calderaro informou, ainda, que, até a próxima semana, deve confirmar o  shopping center onde será instalado o espaço.


Publicidade
Publicidade