Publicidade
Manaus
OPERAÇÃO

Membros de facção são presos com drogas e armas em beco no Educandos

Polícia investiga se um dos presos estava envolvido em mortes ocorridas na Compensa. Operação ocorreu nesta sexta-feira (31) no Beco da Bomba, na Zona Sul de Manaus 31/08/2018 às 22:11 - Atualizado em 31/08/2018 às 22:16
Show seaop 8a004a52 ce2a 45af beef fb01d8d07144
Foto: Antônio Lima
acritica.com Manaus (AM)

Seis pessoas foram presas e dois adolescentes apreendidos em operação da Secretaria de Segurança Pública (SSP-AM) no bairro Educandos, Zona Sul de Manaus. As prisões ocorreram nesta sexta-feira (31). A polícia investiga se um dos presos estava envolvido no tiroteio em um campo de futebol que deixou três mortos na Compensa, Zona Oeste.

Os suspeitos foram apresentados durante a noite na sede da Delegacia Geral. Luann de Oliveira Vieira, 20; Maykon da Silva Soares, 35; Leida Socorro da Silva Marques, 40; Juliana Parente Gomes, 20; Thiago Coutero Sales, 26; e Igor Thiago Alves da Silva, 18, são suspeitos de comercializar drogas no Beco da Bomba. Igor estava baleado e a polícia investiga se ele participou das mortes de três pessoas na Compensa. Outros dois adolescentes de 16 e 17 anos foram apreendidos.

Conforme o secretário de Segurança Pública do Amazonas, Coronel Anézio Paiva, a operação envolveu todos os setores da SSP. Armas, cerca de 2kg de drogas – sendo parte sintética -, uma balança de precisão, colete balístico e dinheiro foram capturados.

“A quadrilha estava se organizando para o tráfico de drogas e cometer supostos homicídios. Automaticamente fizemos nossa ação conjunta para que coibisse a questão do tráfico de drogas e não tivesse homicídios naquele setor do Educandos”, disse ele.

O delegado titular do Departamento de Repressão ao Crime Organizado (DRCO), Juan Valério, disse que a quadrilha era extremamente organizada. Todos pertenciam à facção Família do Norte (FDN) e aterrorizavam moradores da área.

“Havia pessoas que escondiam as drogas e outras que escondiam as armas. As armas foram achadas dentro de um cofre. Tinha pessoas que avisavam sobre a chegada da polícia e chegavam a tirar fotos das viaturas. Coletamos tudo isso para que além de tráfico e porte ilegal, eles sejam indiciados por organização criminosa”, declarou

A polícia investiga agora a participação de Igor e outro suspeito nos homicídios da Compensa. As autoridades não revelaram detalhes para não comprometer as investigações.

Os suspeitos presos na operação serão encaminhados para presídios da capital. Os adolescentes apreendidos serão levados para a Delegacia Especializada em Apuração de Atos Infracionais (Deaai).

Publicidade
Publicidade