Sábado, 24 de Agosto de 2019
CRIANÇA

Menino de 9 anos morre após levar tiro no pescoço dentro da casa de parentes

A suspeita é que o disparo tenha sido feito com a arma de fogo do pai da criança, que é policial militar. O pai se apresentou na delegacia



c966ac0b-9c2c-4081-9543-a5ba2ff3260e.jpg A criança foi levada ainda com vida para o Hospital e Pronto Socorro João Lúcio, mas não resistiu (Foto: Arquivo A Crítica)
11/03/2018 às 17:54

O menino Ioseeph Bismarque, de 9 anos, morreu na tarde deste domingo (11), em Manaus, após levar um tiro no pescoço dentro da casa de parentes, no bairro Cidade Nova, Zona Norte. A suspeita é que o disparo tenha sido feito com uma pistola calibre PT 40, pertencente ao pai da criança, José Ribamar da Silva Ribeiro, policial militar do Batalhão de Choque da PM.

O caso ocorreu por volta das 13h de hoje (11). De acordo com a mãe de Ioseeph, Paulina da Silva Lima, de 32 anos, o filho dela estava com o pai na casa de parentes da madrasta dele quando houve o disparo. A criança foi levada ainda com vida para o Hospital e Pronto Socorro João Lúcio, na Zona Leste da capital, mas não resistiu ao ferimento e morreu.

A mãe, ainda abalada, disse que o menino era o único filho do casal, que está separado há mais de um ano. O menino morava com Paulina, mas passava os finais de semana na casa do pai dele. “Quando eu cheguei no hospital já encontrei o meu filho morto. Agora eu quero saber o que aconteceu com o meu filho”, disse a mãe.

O caso foi registrado primeiramente no 9º Distrito Integrado de Polícia (DIP), bairro São José, Zona Leste. O pai do menino, o PM José Ribamar, se apresentou espontaneamente na sede Delegacia Especializada em Proteção à Criança e ao Adolescente (Depca), no Planalto, Zona Centro-Oeste, onde as circunstâncias da morte da criança devem ser investigadas.

Receba Novidades

* campo obrigatório

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.