Publicidade
Manaus
TRABALHOS

Ministro da Infraestrutura promete licenciamento e projeto da BR-319 para 2020

Em reunião com bancada do Norte, que teve a participação do governador Wilson Lima, Tarcísio Freitas disse que conclusão das obras irá demorar mais que os quatro anos de governo 05/02/2019 às 17:47 - Atualizado em 05/02/2019 às 19:10
Show whatsapp image 2019 02 05 at 17.37.54 44b04220 e305 436e 8b04 9f64a8e9b5af
(Foto: Ariel Costa)
Antônio Paulo Brasília (DF) - Sucursal

O governo do presidente Jair Bolsonaro tem interesse político em resolver o impasse da BR-319 e vai pavimentar a "Rodovia da Integração". Até o final do primeiro semestre de 2020, o Dnit vai realizar o licenciamento ambiental, a coleta de fauna e flora e a apresentação de todo o projeto executivo com a elevação do grade da estrada para evitar as alagações e a construção de pontes. 

A promessa é do ministro de infraestrutura, Tarcísio de Freitas, feita aos governadores do Amazonas, Rondônia, Roraima, ao vice-governador do Acre e aoa deputados e senadores desses três estados .

O ministro garantiu R$ 100 milhões do orçamento de 2019 para os trabalhos iniciais, no entanto, Tarcísio de Freitas disse que obra não será concluída nos próximos quatro anos. "A BR-319 é para além deste governo".

O apoio dos estados de Rondônia, Roraima e Acre à pavimentação da BR-319 se dá porque a estrada abre mercado de 2 milhões de consumidores de Manaus de produtos do agronegócio como peixe e laticínios.

Com a sinalização do ministro de infraestrutura em resolver o dilema da Manaus-Porto Velho, cai por terra a estratégia da bancada do Amazonas em propor ao governo federal a estabilização da rodovia. 

O governador Wilson Lima destacou a importância da pavimentação da BR-319 tanto do ponto de vista econômico e social para o Amazonas. "A sinalização positiva do ministro Tarcísio de Freitas de que o governo federal vai pavimentar a BR-319 nos anima porque a integração do nosso estado com o restante do país será uma realidade" declarou o governador amazonense.

O senador Eduardo Braga (MDB-AM) lembrou ao ministro que a obra não é nova, que já foi asfaltada com circulação de pessoas há mais de 30 anos. 

"A BR-319 é uma luta de todos os que anseiam a prosperidade do Amazonas e de boa parte da região amazônica. Por isso estamos aqui, unidos, na busca de soluções para superarmos todos os entraves que dificultam a pavimentação dessa rodovia", disse Braga.

O senador Plínio Valério (PSDB-AM) avaliou positivamente o encontro e acredita que a união da bancada amazônica pode ser um fator determinante para a conclusão das obras. "Antes cético, saio dessa reunião com a certeza de que temos um aliado no Governo Federal", afirmou o parlamentar. 

 

Publicidade
Publicidade