Segunda-feira, 18 de Novembro de 2019
HÁ MAIS DE UM MÊS

Modelo amazonense desaparece após viajar para trabalhar na Alemanha

Wallace dos Reis Lima, de 24 anos, está desde o dia 29 de agosto sem dar notícias aos familiares. O jovem teria sido vítima de um pagamento com cédulas falsas e pode ter sido preso ao tentar usá-las no país



cc4cd945-323c-4adf-90d9-9853758cc922_CF98D28C-C12B-41DD-94D4-C08006FC1E63.jpg Foto: Reprodução/Instagram
17/10/2019 às 17:27

O modelo amazonense Wallace dos Reis Lima, de 24 anos, está desaparecido há mais de um mês e meio, após ter viajado a trabalho para a Alemanha. Segundo familiares, o jovem estaria fazendo alguns trabalhos artísticos na capital alemã Berlim, quando deixou de mandar notícias desde o dia 29 de agosto.

Aventureiro, o jovem modelo deixou o Brasil há dois anos para viajar fazendo trabalhos na sua área por países como Estados Unidos, Inglaterra e Alemanha, local onde ele estaria quando deixou de dar notícias do seu paradeiro aos seus familiares. Informações desencontradas dariam conta de que ele teria sido vítima de um pagamento com cédulas falsas, sendo supostamente preso após tentar gastá-las.



“Recebemos informações de que o Wallace teria sido preso após supostamente ter tentado gastar dinheiro falso que ele teria recebido de um trabalho ainda no país”, relatou a madrinha de Wallace, Alessandra Rodrigues, que ajuda a mãe de Wallace, Ivaneide dos Reis Lima, que sofre com problemas de depressão após uma recente perda de outro filho.

Alessandra diz desconfiar da veracidade da informação de que o jovem modelo tenha sido preso. Segundo ela, os familiares tiveram conhecimento dessa versão a partir de um colega de trabalho com quem Wallace dividia um quarto no país, identificado apenas como Bruno.

“Quando entramos em contato com ele [Bruno] procurando informações sobre o paradeiro de Wallace, ele nos ignorou a maior parte do tempo, sempre visualizava as mensagens no Whatsapp, mas não respondia e ignorava as nossas ligações. Até que um dia o vi online, liguei e ele me atendeu, dizendo que Wallace havia mandado uma mensagem no perfil do trabalho deles, dizendo que ‘estava tudo suave”, disse.

Desconfiada da informação de Bruno, Alessandra pediu para que ele mandasse um print screen da conversa para provar que a suposta mensagem teria mesmo sido enviada por Wallace, mas foi ignorada. “Desde então o Bruno não atende mais as ligações e não responde nossas mensagens”, comentou.

Desde o sumiço de Wallace no dia 29 de agosto, as redes sociais do jovem modelo amazonense também estão sem atualizações.

Sem resposta das autoridades

Em busca de informações sobre o paradeiro de Wallace, os familiares do modelo tentaram buscar ajuda na Polícia Federal, mas foram informados de que o caso só poderia ser tratado com o Ministério das Relações Exteriores (Itamaraty), que possui sede em Brasília.

“Não tínhamos como ir até a sede do Itamaraty, mas descobrimos que o órgão possui uma representação em Manaus. Lá, demos todas as informações de Wallace e o caso foi enviado por e-mail para a sede em Brasília, mas já estamos há um mês sem resposta oficial deles”, destacou Alessandra.

A madrinha de Wallace disse também ter tentado contato com a embaixada brasileira na Alemanha, em Berlim, porém, segundo ela, também não obteve resposta.

Informações sobre o paradeiro de Wallace podem ser informadas por meio dos números (92) 99604-3520 e 99287-5981.

News pedro01 9f97d6e2 e058 4e63 8ce7 e934cf255a3d
Repórter de A Crítica

Mais de Acritica.com

18 Nov
bradesco_C22DD61C-FE71-4FDD-BB1B-A5B7C048EF01.JPG

TRT11 celebra acordo de R$ 1,1 milhão entre Bradesco e ex-funcionária

18/11/2019 às 11:20

A bancária ingressou com reclamação trabalhista contra o HSBC e o Bradesco em novembro de 2016, pretendendo receber o pagamento de diferenças salariais, horas extras, tempo a disposição da instituição financeira durante as viagens, além indenização pelos danos morais sofridos no ambiente de trabalho


Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.