Domingo, 19 de Janeiro de 2020
ZONA LESTE

Moradores afetados com rompimento de adutora continuam com prejuízos

Residentes do bairro Gilberto Mestrinho alegam que a concessionária Manaus Ambiental não está prestando assistência



preju_zo.JPG Força da água arrancou árvores e invadiu casas por trás da rua Fortaleza, no Gilberto Mestrinho, na Zona Leste. Foto: Jair Araújo - 20/02/2018
27/02/2018 às 16:22

Uma semana após o rompimento de uma adutora localizada na rua Londres, bairro Gilberto Mestrinho, Zona Leste de Manaus, os moradores prejudicados continuam alegando falta de assistência por parte da Manaus Ambiental.

A Agência Reguladora dos Serviços Públicos Concedidos (Arsam) foi acionada para dar suporte aos moradores. Eles afirmam que os prejuízos causados pela água que invadiu sete residências causaram a total perda de eletrodomésticos e do próprio imóvel.



No mesmo dia do incidente, a concessionária cadastrou os moradores que seriam alocados em imóveis alugados até a recuperação dos danos e das residências destruídas pela força da água.

De acordo com a moradora Erica Taís, que perdeu todos os seus móveis, a concessionária não voltou ao local para garantir o pagamento aos proprietários dos imóveis alugados.

“Resolvemos ligar para a Arsam, pois estamos nos sentindo abandonados, nem cama temos para dormir, pois os eletrodomésticos e móveis que eles prometeram nos trazer, não vieram e ainda corremos o risco de despejo. A gente liga pra eles e eles batem o telefone na nossa cara”, informou.

Para o engenheiro chefe do departamento de fiscalização de saneamento Jorge Carésto, além do reparo dos danos materiais, a concessionária também deve dar apoio por meio de respostas aos moradores, principalmente quanto ao cumprimento dos prazos estabelecidos pelo órgão regulador.

“É inadmissível eles ficarem desassistidos e correrem o risco de despejo. Vamos conversar com todos os locatários que fizeram essa ameaça para garantir que o aluguel será pago pela concessionária”, informou Carésto.

À Arsam, a Manaus Ambiental informou que os contratos de locação estão formalizados pelo departamento jurídico e até a próxima semana serão formalizados com todos os locatários. O processo de indenização às vítimas também será acompanhado pela Arsam.   


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.