Sábado, 07 de Dezembro de 2019
TERRENO BALDIO

Moradores de conjunto denunciam terreno foco de Aedes Aegypti e caramujos africanos

O local está há pelo menos 20 anos sem morador e a dona nunca se interessou em vender a propriedade. Vizinhos já contraíram doença em razão da falta de limpeza do terreno



terreno.JPG O terreno fica na esquina da rua 28 com a rua Professor Manoel Belém, no conjunto Manôa, Zona Norte (Fotos: Antônio Lima)
24/04/2017 às 05:00

Moradores da rua 28, no conjunto Manôa, bairro Cidade Nova, Zona Norte, denunciam um terreno, que fica na esquina com a rua Professor Manoel Belém, que tem foco de reprodução do Aedes aegypti, mosquito transmissor da dengue, zika vírus e febre chikungunya. Vizinhos já contraíram doença em razão da situação. Além disso, o local, que devido ao abandono está cheio de mato, também é foco de proliferação de caramujos africanos.

A empresária Maria Helena Damasceno Correia, 60, foi uma das moradoras da rua que ficou doente. Ela contraiu zika no final do ano passado e atribui ao terreno abandonado. “Tem uma quantidade imensa de carapanã lá. Aqui em casa ninguém consegue ficar na sala, pode ser 12h, 13h, 14h, a gente fica só se batendo, espantando carapanã. A dona do terreno sabe, mas não faz nada. Já denunciamos para os órgãos responsáveis e também não vieram”, disse.



Helena contou que ficou uns 15 dias para se recuperar completamente da febre do zika vírus, cujo diagnóstico foi dado pela Fundação de Medicina Tropical Doutor Heitor Vieria Dourado (FMT-HVD). “Sentir muitas dores nas articulações”, revelou. Ela só foi ao médico três dias depois do surgimento dos sintomas da doença. “Achava que não fosse nada grave, mas no terceiro dia, quando apareceram manchas vermelhas, minha filha me levou ao médico e fui diagnosticada com zika”, declarou.

A empresária Maria Helena foi diagnosticada com zika no final de 2016

O funcionário público Helder Bragado Chagas, 39, disse que os moradores da rua não aguentam mais a situação. Conforme ele, há pelo menos 20 anos o terreno está sem morador e a dona nunca se interessou em vender a propriedade. O pior é que ela não toma de conta do local. “Ela nunca mandou limpar. A casa está cercada de mato. Me deparei até com um bandido pulando o muro. Ele estava morando lá dentro e ainda me ameaçou”, relatou.

Outra grande preocupação, de acordo com Bragado, é a questão dos caramujos africanos. Há muitos no terreno e os bichos invadem as casas vizinhas. “Tem dias que quando abrimos o portão ele está infestado de caramujo. Aqui dentro de casa também fica cheio. Temos muito gasto com sal. Ficamos o tempo todo jogando sal em cima de caramujo para matá-lo”, afirmou Helder Bragado. A reportagem não conseguiu contato com a proprietária do terreno.

Caramujos se proliferam no terreno e invadem as casas vizinhas

Denúncias 

A Semsa informou que atende 100% dos chamados. As denúncias de focos de Aedes aegypti podem ser feitas pelo 08002808280. De acordo com a pasta, quanto aos donos do terreno, podem ser multados caso não limpem. E se o terreno for de alto risco, ou seja, com grande quantidade de larvas, a multa pode chegar a 400 UFMs.

Casos diminuem em 2017, conforme a Semsa

Os casos de dengue diminuíram no primeiro trimestre deste ano na comparação com o mesmo período do ano passado. Foram confirmados 342 casos entre janeiro e março de 2016, contra 83 em 2017, de acordo com dados da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa).

Os casos de febre chikungunya também caíram no mesmo período. No ano passado, foram confirmados 26 casos da doença em Manaus, contra nove este ano. Os casos de zika seguiram da mesma forma. No primeiro trimestre de 2016 haviam sido confirmados 1.843 casos da doença. Neste ano, foram apenas 112.

Em março, a Semsa divulgou o resultado do primeiro diagnóstico da Infestação de Aedes aegypti, realizado em Manaus no período de 23 de janeiro a 10 de fevereiro, que mostrou que o município registrou um índice de infestação de 2,6, permanecendo em médio risco para as doenças transmitidas pelo Aedes (dengue, zika e febre chikungunya).


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.