Terça-feira, 16 de Julho de 2019
MANIFESTAÇÃO

Moradores de ocupação em terreno da antiga Siderama fecham BR-319 para protestar

Os manifestantes pedem para não serem retirados da área nas proximidades do Porto da Ceasa; cerca de 500 famílias moram no local



WhatsApp_Image_2017-12-20_at_17.37.40.jpeg Foto: Francisco Tote
20/12/2017 às 18:50

Moradores de uma ocupação instalada em um terreno pertencente à União, nas proximidades do Porto da Ceasa, Zona Leste de Manaus, fecharam os dois sentidos da rodovia BR-319 – que liga Manaus a Porto Velho (RO) –, em protesto pedindo para que continuem morando na área. A manifestação ocorreu na tarde desta quarta-feira (20) no início da rodovia, ainda na capital amazonense.

A Polícia Militar foi ao local e pediu para que os manifestantes liberassem a pista. Após cerca de 20 minutos do início do protesto, os moradores da ocupação conhecida como Vila Nova, atenderam ao pedido dos policiais. Mas voltaram a fechar a rodovia após o ordenamento do trânsito na região.

Em setembro de 2016, o Portal A Crítica denunciou a situação de cerca de 200 famílias que moram irregularmente no terreno. Segundo a Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semmas), o terrreno pertence a antiga Companhia Siderúrgica da Amazônia (Siderama) e, por se trata de uma área da União, o órgão não pode tomar as medidas cabíveis.

A estimativa é de que, atualmente, cerca de 500 famílias morem na ocupação.

Receba Novidades

* campo obrigatório

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.