Publicidade
Manaus
PARQUEAMENTO

Moradores denunciam ‘descaso’ com parqueamento do Manaustrans

Espaço, desativado após início da operação do parqueamento privado, está sem segurança e tomado pelo mato no bairro da Paz 05/05/2017 às 09:17 - Atualizado em 05/05/2017 às 11:49
Show capturar
Matagal tomou conta do parqueamento municipal e situação preocupa vizinhos. Foto: Euzivaldo Queiroz
Alik Menezes Manaus

O cenário de abandono do Parqueamento do Instituto Municipal de Engenharia e Fiscalização do Trânsito (Manaustrans), localizado no bairro da Paz, na zona Centro-Oeste, incomoda moradores vizinhos ao terreno. Eles temem que o local sirva de esconderijo para criminosos e também para a reprodução do mosquito Aedes aegypti. 

A reportagem esteve no local ontem e não encontrou vigilantes ou funcionários que impedissem ou controlassem a entrada de pessoas estranhas. Vários carros estão no espaço e ficam praticamente escondidos no meio do matagal. 

Segundo uma moradora, que pediu para não ser identificada, o acesso ao terreno do parqueamento municipal é livre e muitos “marginais” podem entrar no local para praticar crimes, como estupros. “A gente fica com medo. Essa situação é assim há muitos anos, nunca muda e vivemos com medo”, disse. 

A dona de casa também disse que os moradores têm medo de casos de dengue, em virtude dos carros acumularem água. “O medo é constante, de vez enquando a gente fica sabendo de algum caso”, contou. 

Um servidor do instituto, que também pediu para não ser identificado, disse que, apesar do aspecto de abandono, o setor de Sinalização do órgão ainda funciona no parqueamento. O Manaustrans confirmou que o setor de sinalização ainda funciona em um pequeno prédio no terreno. 


Desativado
Atualmente, segundo dados do Manaustrans, cerca de 98 veículos estão no parqueamento, mas estão sendo leiloados gradativamente. O local não recebe veículos desde 2015. 

Apesar do medo dos moradores sobre o risco  de proliferação do mosquito Aedes Aegypti, transmissor da Zika, febre amarela e dengue, o Manaustrans informou que, semanalmente, uma equipe da Secretaria Municipal de Saúde (Susam) vai até o parqueamento para aplicar larvicida. O instituto salientou também que nenhum funcionário do órgão que atuam nos setores de sinalização, semáforo e parqueamento contraiu dengue ou qualquer outra enfermidade ligada ao mosquito Aedes.  

O Instituto Municipal de Engenharia e Fiscalização do Trânsito (Manaustrans) informou que desde o dia 21 de outubro de 2015 nenhum veículo é removido para o parqueamento do bairro da Paz, na zona Centro-Oeste. Os veículos removidos a partir dessa data estão sendo levados para o pátio privatizado, que fica localizado na rua Marquês de Sinimbu, no Parque das Laranjeiras. 
 

Publicidade
Publicidade