Quarta-feira, 23 de Outubro de 2019
Manaus

Moradores denunciam falta de manutenção do parque infantil do CSU, Zona Centro-Sul de Manaus

A autônoma Andréia Andrade, 35, costuma levar os filhos todas as vezes que vai visitar o pai dela, que mora ao lado o CSU, e disse que cada vez encontra o centro social mais abandono e destruído



1.jpg Sem manutenção, alguns brinquedos não podem ser utilizados pela criançada devido às condições precárias
27/01/2015 às 20:49

Os frequentadores do Centro Social Urbano (CSU) do bairro Parque 10 de Novembro, Zona Centro-Sul, denunciam a falta de manutenção e afirmam que no CSU estão fazendo loteamento para que sejam construídas barracas de guloseimas e que   os brinquedos do parque oferecem perigos para as crianças.

A autônoma Andréia Andrade, 35, costuma levar os filhos todas as vezes que vai visitar o pai dela, que mora ao lado o CSU, e disse que cada vez encontra o centro social mais abandono e destruído. “Meus filhos acostumaram  a brincar no parquinho, só que toda vez que  chego aqui tem pedaços  de  tábuas faltando ou  um ferro torcido. Daqui a algum tempo não vou mais poder trazer eles aqui, pois já não tem como brincar”, afirmou.



A advogada Elisangela Medeiros, frequenta o bairro há muitos anos. Ela lamenta que o  único local que oferece lazer para a família esteja destruído e abandonado. “Sempre venho com meus filhos, eles adoram brincar aqui, só que não tem segurança alguma. Trago, mas fico preocupada, eles podem se machucar”, lamentou.

O espaço ideal para fazer caminhar e é muito utilizado para a prática de exercícios,  de acordo com a secretária executiva, Paloma Negreiros 34. “Eu não entendo,  esse parque está sempre cheio de pessoas  de todas as idades, de grande movimento  e o poder público não liga para fazer uma manutenção, sabem que isso é necessário. É  o único parque público dessa redondeza”, afirmou.

 Semasdh

A Secretaria Municipal de Assistência Social e Direitos Humanos (Semasdh),  informou que a  última revitalização Centro Social Urbano (CSU) aconteceu há 5 anos e que o órgão está  em processo de reordenamento e reformulação do regimento interno, o  que vai possibilitar intervenções no local.

A secretaria ainda informou que existe uma rotina de manutenção do local. Quadras, piscinas e campo de futebol e parque de diversão, recebem pequenos reparos assim que são detectadas as necessidades que impeçam o pleno funcionamento.

Manutenção das ‘pétalas’ de iluminação

A Secretaria Municipal de Assistência Social e Direitos Humanos (Semasdh),  informou que  foi acionado a empresa responsável pela manutenção das “pétalas” de iluminação pública dos postes. Algumas lâmpadas já foram trocadas. O órgão também informou que existe uma previsão de melhora da iluminação nos próximos dias. Todas as barracas existentes no local foram implantadas há mais de 5 anos, por meio de permissão. A padronização e novo modelo de uso devem ser revistos com a implantação do novo regimento interno do CSU do Parque 10.

A expectativa  da secretaria é de que com o reordenamento e novo regimento, intervenções maiores sejam feitas. A coordenação do CSU fará um relato de denúncia e as providências a serem tomadas.

Atividades

 Atualmente o Centro Social Urbano do Parque 10 tem em sua área total uma escola municipal, quadras de esporte utilizadas para o futebol e vôlei, pistas para caminhada, campos de futebol com grama natural e sintética, anfiteatro, parquinho , piscina ,   área social e uma unidade da Polícia Militar.


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.