Publicidade
Manaus
Denúncia

Moradores denunciam sucateiro que faz de calçada, depósito para entulhos

Uma moradora afirmou indignada que denunciou o caso várias vezes à Semulsp, mas que nenhuma providência foi tomada até o momento 25/07/2016 às 01:38
Show 012
Moradores contam que já denunciaram o acumulo irregular de sucatas na Pista da Raquete, à Semulsp mas que nada foi feito (Foto: Antônio Menezes: 24/jul/2016)
acritica.com Manaus (AM)

O acúmulo de sucatas, que ocupa irregularmente uma calçada, na Pista da Raquete, no bairro Nova Vitória, Zona Leste, preocupa moradores da área. Eles afirmam que é alto o número de casos de pessoas com dengue e criticam o descaso da Secretaria Municipal de Limpeza Pública (Semulsp) que não fiscaliza.

Segundo uma dona de casa, de 29 anos, que pediu para não ter o nome divulgado, há muitos anos os moradores sofrem com o monte de sucatas e outros descartes que são jogados pelo dono de uma sucataria em uma parte da calçada da via.

A moradora afirmou indignada que denunciou o caso várias vezes à Semulsp, mas que nenhuma providência foi tomada até o momento. “Perdi as esperanças já. Muitas vezes eles nem atendem a gente”, afirmou.

 A revolta da dona de casa é compartilhada por outros moradores da área, mas também preferiram não se identificar porque conhecem o dono do “entulho” há muitos anos.

Mas afirmam que o número de casos de pessoas com dengue é sempre alto no naquela àrea. Eles acreditam que principal foco é o entulho, que pode acumular água e ajudar na proliferação do mosquito Aedes Aegypit, transmissor da dengue, Zika Vírus, Chikungunya.

O dono dos “entulhos”, que se identificou como Cláudio Barbosa, 52, disse que há pelo menos 10 anos usa parte da calçada como “depósito provisório” e que a cada 20 dias paga uma empresa para retirar a sucata do local. “Nunca ninguém chegou para mim e falou que eu estava incomodando”, disse.

Cláudio Barbosa admitiu que sua conduta está errada, mas justificou que usa a área porque não tem outro espaço para utilizar como depósito. Ele também disse desconhecer que seja alto o número de casos de dengue na comunidade. “Sempre deixei aí, se não for aí não tenho onde deixar”, justificou.

Operação

A Secretaria Municipal de Limpeza Urbana (Semulsp) informou que, no segundo semestre de 2015, realizou uma operação de retirada de vários sucateiros da pista da Raquete. Informou ainda que no mês de junho fez a capinação daquela área, que é dotada de coleta de lixo de segunda-feira a sábado.

Terreno de propriedade da Suframa foi invadido e virou lixão a céu aberto

Próximo ao local que Cláudio Barbosa usa como “depósito” de sucatas, outra situação também preocupa moradores. Uma área de propriedade da Superintendência da Zona Franca de Manaus (Suframa), que foi invadida, recebe entulhos todos os dias.

Segundo os moradores, há 8 meses o terreno, onde está sendo construída uma feira,  tem recebido lixo e entulho de empresas, não identificada por eles. O entulho comprometeu a rede de esgoto que passava pelo local, abrindo uma cratera que aos poucos tem avançado. “Falta mais uns cinco metros e vai alcançar a pista. Aí vai ser mais um problema para a gente”, disse um morado.

Publicidade
Publicidade