Segunda-feira, 26 de Agosto de 2019
SEM ÁGUA

Moradores do Ajuricaba relatam prejuízos após sete dias sem abastecimento de água

Com o abastecimento interrompido desde a última quarta-feira (7), moradores somam prejuízos e reclamações junto a Manaus Ambiental



14/06/2017 às 12:17

Moradores do conjunto Ajuricaba, localizado no bairro Planalto, Zona Oeste da cidade, denunciam que passaram mais de cinco dias sem abastecimento de água, relatam prejuízos e cobram ações da concessionária Manaus Ambiental. 

A aposentada Sibele Taveira Leite, 66, contou à reportagem de A Crítica que a falta de água começou na quarta-feira da semana passada, mas se agravou no sábado. “Nós nunca tivemos problemas com falta de água, mas semana começou a faltar em alguns horários do dia, mas no sábado começou o transtorno porque foi embora e não voltou mais”, contou.

Segundo Sibele, todo o conjunto foi afetado e até hoje eles não foram informados sobre qual o problema.  “Tivemos muitos prejuízos porque além de pagar a conta de luz, a gente tem que comprar água”, disse.

Sibele ligou mais de 15 vezes para a Manaus Ambiental para informar sobre a falta de água, mas foi destratada pelas atendentes, que também informaram que não havia nenhum registro de problemas na área. “Eles me trataram muito mal, desligaram na minha cara, falavam que não tinha problema nenhum no bairro e não mandaram durante todos esses dias nenhum técnico no bairro”.

A empresária Silviane Serfaty também teve problema com a falta de água. Ela fornece saladas e precisa manter o ambiente limpo e água para lavar as frutas, legumes e verduras. “Senda-feira foi o pior dia, a gente não tinha uma gota de água. Eu precisei comprar para manter minha cozinha funcionando, mas é complicado ter um gasto extra. Foi bem complicado porque a gente usa bastante água”, disse.

Na manhã desta quarta-feira, técnicos da Manaus Ambiental estavam no conjunto. Moradores afirmaram que os funcionários da concessionária estavam indo nas casas para ver se o fornecimento havia sido estabelecido e chegaram a falar que ‘a força ideal da pressão de água seria de 10’, mas, nas casas que o fornecimento estava voltando ‘a força estava em 5’.

Equipe faz vistoria no conjunto

Em nota, a Manaus Ambiental informa que já tem conhecimento da situação e a equipe técnica está no local realizando vistorias, assim que detectado o problema, será solucionado com mais brevidade possível. A concessionária de água reforça a importância do registro das ocorrências que necessitem atuação da empresa, nos canais oficiais de atendimento ao cliente.

Receba Novidades

* campo obrigatório

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.