Publicidade
Manaus
SEM ÁGUA

Moradores do bairro São Jorge reclamam da falta de água no local

De acordo com moradores, o abastecimento de água é interrompido sem avisos, em horários variados e com duração de até cinco horas 19/07/2017 às 09:15 - Atualizado em 19/07/2017 às 09:23
Show sjdflksjdlfs
Moradores do bairro São Jorge reclamam do “corte” na água quase que diariamente em horários esporádicos (Foto: Arquivo/AC)
Lídia Ferreira Manaus (AM)

Há uma semana, o bairro São Jorge, localizado na zona Oeste de Manaus, está com falta de água diariamente. De acordo com moradores, o abastecimento de água é interrompido sem avisos, em horários variados, com duração de até cinco horas.

Desde a segunda-feira da semana passada, o administrador José Roberto Silva,43, estoca água em casa para suprir a necessidade da casa. De acordo com ele, já virou “rotina” o serviço ser interrompido e, conforme o administrador relata, ao telefonar para a Manaus Ambiental a resposta é sempre a mesma: “‘Vamos verificar o que está acontecendo’, é só isso que eles sabem dizer. Pagamos tudo em dias e temos que passar esse perrengue, sem sequer saber o motivo”, relata.

A dona de casa Sigride Braga dos Santos,74, destaca que o “corte” na água ocorre geralmente pela manhã, no horário entre 10h e 11h. “Não tem um horário específico para ir embora a água e muito menos para voltar. Tem vezes que dura duas horas, mas já tivemos dia que passamos sem água até à noite, por volta de 20h que voltou o fornecimento”, detalha.

De acordo com a dona de casa, há uma oscilação na prestação dos serviços de água. Na semana passada, o fornecimento foi cortado durante três dias seguidos. Depois, passou outros dois dias com o abastecimento normalizado. Na última sexta e sábado, voltou a ter falta de água. “Ninguém explica o motivo para gente. Enquanto isso, a gente vai se virando como pode. Fica o dia todo sem tomar banho, sem limpar a casa direito e compra água mineral para cozinhar e lavar as mãos que é algo essencial. Está sem condições essa situação, é sempre uma surpresa todo dia”, disse.

No último domingo e ontem (segunda) o fornecimento de água foi regular no bairro.

Na mesma zona, no bairro Vila da Prata, moradores também passam pelo interrompimento de água em dias alternados. “Não é todo dia, mas tem sido bem constante. Estamos quase um mês nessa situação de faltar água, sem hora para voltar e cortada a qualquer momento”´, diz a dona de casa Lucimara Mendonça.

A reportagem de A CRÍTICA tentou contato com a assessoria de comunicação da Manaus Ambiental, mas até a publicação desta matéria não teve as demandas respondidas.

Tarumã

No último sábado, moradores do conjunto União da Vitória, bairro Tarumã, denunciam que o fornecimento de água também está sendo cortado todos dias. De acordo com eles quando a água é cortada passa dois dias para retornar. Até ontem o problema estava sem solução.

Publicidade
Publicidade