Publicidade
Manaus
BURACOS

Moradores do Campos Elíseos denunciam estado crítico de ruas do conjunto

Segundo eles, as vias não recebem obras há mais de dois anos e os buracos estão cada vez maiores. “A gente cai nos buracos e danifica os carros”, disse morador 07/02/2019 às 12:36
Show portal 1 89abc6db 1c92 45e3 a914 ec7a0e6185d3
Foto: Euzivaldo Queiroz
Alik Menezes Manaus (AM)

Três meses após intensas obras de tapa-buracos e asfaltamento de ruas de diversos bairros no período de campanha eleitoral, moradores do Campos Elíseos, no bairro Planalto, na Zona Centro-Oeste de Manaus, denunciam estado crítico das vias do conjunto e criticam a administração municipal. Segundo eles, ruas não recebem obras há mais de dois anos e os buracos estão cada vez maiores.

Segundo o empresário Moacir Pontes, de 41 anos, que mora na rua Varsóvia, na época da campanha eleitoral do ano passado foi visível o aumento e a velocidade de obras de tapa-buracos em vários bairros. Segundo ele, os moradores do Campos Elíseos acreditaram que as vias do conjunto também seriam contempladas. O que não ocorreu.

“Moro nessa rua há quase dois anos e a situação vai de ruim à péssima. Os buracos estão cada vez maiores e quando chove é pior ainda porque a rua alaga e a gente não sabe onde estão os buracos. Prejuízo na certa. A gente cai nos buracos e danifica os carros. Ano passado, no auge da campanha, a gente imaginava que as ruas do conjunto iam ser contempladas, mas não fomos, infelizmente”, disse Pontes.

Jeane Cavalcante, de 35 anos, também afirmou que as ruas do conjunto estão completamente abandonadas. Ela, inclusive, disse ter entrado em contato com a Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seminf) diversas vezes, mas nunca obteve respostas. “Já nos reunimos e entramos em contato com a Prefeitura de Manaus, com a Seminf, mas nunca mandaram ninguém aqui. A última vez foi há três meses, não fomos atendidos e desistimos. Cansamos e vamos até nos mudar dessa rua (Varsóvia)”, relatou a empresária.

Nas ruas Genebra, Lisboa, Luxemburgo e Bonn, todas localizadas no conjunto Campos Elíseos, a reclamação dos moradores são as mesmas: ruas esburacadas, falta de manutenção e o descaso da Prefeitura de Manaus. “Nós moramos em conjunto, o valor que pagamos de imposto aqui pela propriedade é altíssimo. O que ganhamos em troca? Ruas esburacadas e o descaso com os moradores. Estamos cansados de tanta propaganda, queremos ver o trabalho de verdade”, disse, indignado.

A CRÍTICA entrou em contato com a Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seminf) para questionar prazos. Por meio de nota, o órgão informou que está com serviços de recuperação da malha viária na área do conjunto Campos Elíseos. “Nesta semana, nossas equipes atuam nas vias Manila, Irã, Rio de Janeiro e outras. A rua Genebra já foi atendida  ontem, e as demais vias solicitadas na demanda já estão dentro do pacote de ações para receber os serviços na sequência”.

Publicidade
Publicidade