Segunda-feira, 19 de Agosto de 2019
Parque das Laranjeiras

Moradores do conj. Anavilhanas reclamam de assaltos e falta de policiamento

Na semana passada, uma mulher grávida foi esfaqueada e outra agredida durante tentativa de assalto na localidade



dfgdgdfg.JPG Bandidos aproveitam ruas desertas do conjunto para assaltar pedestres e casas. Fotos: Aguilar Abecassis
05/06/2016 às 22:00

A insegurança que ronda o conjunto Anavilhanas, no bairro Parque das Laranjeiras, Zona Centro-Sul, tem aprisionado moradores dentro de suas próprias casas. Segundo eles, as  pela falta de policiamento e iluminação precária são um prato cheio para a ação de assaltantes. Na semana passada, por exemplo, uma mulher grávida foi esfaqueada e outra agredida durante uma tentativa de assalto no conjunto.

O policiamento do conjunto deveria ser realizado pela 23ª e 12ª Companhias Interativas Comunitárias (Cicoms), porém, para populares que vivem nas imediações, a polícia não vem garantindo a segurança.

A servidora pública Deusa Santos mora no conjunto há seis anos e afirma que o perigo aumentou nos últimos tempos. Deusa conta que já foi síndica do conjunto, e afirma que o principal problema para o aumento dos assaltos é a iluminação pública. “É um problema sério. Quem assalta são esses ladrões de momento que aparecem geralmente à noite. Fico receosa de andar durante à noite”.

Ela denuncia ainda a presença de usuários de drogas na quadra de esportes presente na área. “Não adianta colocar guarita ou fechar a rua, o conjunto não tem condições e segurança é um direito nosso”, declarou.

Presos dentro de casa

O portão da empresária Zélia Gomes fica fechado o dia inteiro por conta do medo. Isso porque, há dois anos, segundo ela conta, a casa onde mora foi assaltada durante uma festa, caso que ainda afeta a memória da família. “Eles renderam os convidados. Corremos pra nos esconder”, diz ela, contando sobre outros casos envolvendo vizinhos.

Para a empresária, o ideal seria uma maior presença da polícia nas ruas do bairro. “É muito difícil viver desse jeito. Abrindo o portão e fechando rapidamente como se os criminosos fossemos nós dentro de casa”, desabafou.

ESFAQUEADA

Uma mulher grávida foi esfaqueada na sexta-feira (3) durante um assalto na rua Visconde de Porto Seguro, dentro do conjunto. Segundo uma testemunha, dois homens em uma moto tentaram roubar a bolsa dela e da gestante. A reportagem pediu resposta da PM para as reclamações dos moradores, mas não obteve retorno. A Eletrobras Amazonas Energia foi procurada para falar sobre a iluminação, mas não forneceu resposta.

Receba Novidades

* campo obrigatório

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.