Publicidade
Manaus
valores incompatíveis

Moradores do Petrópolis protestam contra indenizações oferecidas pelo governo

Populares cadastrados no Prosamim do Igarapé São Sebastião afirmam que valores ofertados não dão condições para a compra de novos imóveis. Prosamim prevê para a obra recursos na ordem de R$ 48 milhões 29/06/2016 às 14:46 - Atualizado em 29/06/2016 às 14:58
Oswaldo Neto Manaus (AM)

Moradores das proximidades do igarapé São Sebastião, no bairro Petrópolis, Zona Sul de Manaus, realizaram um protesto na manhã desta quarta-feira (29). Os manifestantes pediram do governo uma resposta para o valor das indenizações a serem pagas pelo Programa Social e Ambiental dos Igarapés de Manaus (Prosamim), pois segundo eles, não oferecem condições para adquirir outro imóvel.

O protesto ocorreu por volta das 10h na avenida Paulo VI. No local, moradores exibiram cartazes e batiam panelas cobrando uma resposta do Poder Público. Eles chegaram a interditar a via e permitir a passagem apenas de linhas de ônibus.

Segundo os moradores, mais de 800 casas devem ser retiradas pelo programa, no entanto, as indenizações oferecidas pela Superintendência de Habitação do Amazonas (Suhab) possuem um valor abaixo do esperado por eles. O Prosamim prevê, para essa obra, recursos da ordem de R$ 48 milhões, financiados pela Corporação Andina de Fomento (CAF).

A autônoma Francisca Protásio, 64, reclamou do valor oferecido a ela. “Eles disseram em reuniões conosco que uma casa de madeira valia R$ 35 mil. Aí me chamaram para ir até lá e querem me dar R$ 14 mil pelas minhas duas casas. Eu não vou assinar para pegar só isso”, disse ela.

A autônoma Rosilene Gato, 18, afirma que os moradores são intimidados pela secretaria. “Ainda me trataram com ignorância. Disseram que eu ia sair de qualquer jeito porque ia chegar uma ordem de despejo e eu não poderia fazer nada”, declarou.

A pescadora Paula Amaral, 40, pede que os valores sejam reavaliados. “Queremos que eles paguem o preço justo que valha a nossa casa. Ninguém impede de sair e que dê pra comprar outra casa, porque esses valores que eles querem dar não dão condições”.

A reportagem aguarda um posicionamento da Suhab sobre as reclamações.

Obras

A ação de intervenção no Igarapé São Sebastião, que integra a Bacia Hidrográfica do Educandos, já está licitada e o início para execução dos serviços está previsto para o mês de maio. A obra será executada no trecho entre a rua Alfredo Paes Barreto até a rua Otávio Cabral, bairro Petrópolis, e contemplará uma área de 2.400m de igarapé com requalificação urbanística, incluindo a implantação de ciclovias, viário, calçamento e paisagismo.

Publicidade
Publicidade