Segunda-feira, 28 de Setembro de 2020
NO ESCURO

Moradores do Residencial Petrópolis ficam sem energia e culpam a Suhab

Segundo os moradores do local, o serviço foi cortado pela Eletrobras Amazonas Energia por falta de pagamento da Superintendência Estadual de Habitação (Suhab); o pagamento do serviço de fornecimento de energia seria de responsabilidade da secretaria



su.JPG Foto: Reprodução/Internet
04/04/2017 às 21:02

Moradores do Residencial Petrópolis, localizado na rua Coronel Ferreira de Araújo, na Zona Centro-Sul de Manaus, estão sem o fornecimento de energia elétrica desde as 14h desta terça-feira (04). Segundo eles, o serviço foi cortado pela Eletrobras Amazonas Energia por falta de pagamento da Superintendência Estadual de Habitação (Suhab). Há 192 apartamentos no local.

De acordo com a moradora Sandra França, 49, há um documento do Ministério Público do Estado do Amazonas que determina que o pagamento da energia é de responsabilidade da secretaria, em decorrência da não entrega dos documentos definitivos dos imóveis que forem entregues no ano de 2011.



“As pessoas estão com dificuldades para subir até o quarto andar. Há idosos e crianças recém-nascidas aqui. Se essas pessoas passam mal? Estamos aqui há cinco anos. Moro no primeiro andar e o segundo me dá banho. Está tudo quebrado, com rachaduras e infiltrações. Já ligamos para a Suhab e ninguém nos atendeu”, declarou.

O soldador Francisco Dias, 54, disse que a carne e o frango comprado para a alimentação da família correm o risco de ir para o lixo. “A comida que estava na geladeira está estragando. Vou acabar jogando a minha carne e frango. O calor está forte aqui e meus filhos estão passando mal”, afirmou.

Em nota, enviada às 15h21 desta quarta-feira, a Suhab informou que "a falta de energia que está ocorrendo no Residencial Petrópolis diz respeito apenas às áreas “comuns” (corredores e escadas) dos blocos 1, 2 e 3 do referido Residencial".  Segundo a nota, o desligamento do fornecimento de energia em tais áreas deu-se a partir de denúncias recebidas nesta Autarquia, de que alguns moradores estariam utilizando clandestinamente a energia elétrica dessas áreas, o que gerou inúmeras faturas com valores exorbitantes a serem custeadas com recursos do Órgão.

"A SUHAB esclarece, por oportuno, que a responsabilidade do pagamento deste consumo de energia é exclusiva dos moradores dos blocos do Residencial", diz a nota, que registra ainda que "não existe nenhuma determinação do Ministério Público Estadual para que esta Superintendência seja responsabilizada pelo pagamento do consumo de energia nas áreas mencionadas".

 


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.