Domingo, 13 de Outubro de 2019
Manaus

Moradores encontram bebê abandonado próximo de lixeira, na Zona Centro-Sul

Criança do sexo masculino tem cerca de dez dias de vida e estava enrolado em panos. Caso ocorreu por volta das 11h30. Câmeras flagraram ação e mãe pode responder por abandono de incapaz, diz Conselho Tutelar



1.jpg Criança sendo levada para receber atendimento no Instituto da Mulher
29/01/2015 às 10:54

Um bebê do sexo masculino foi encontrado por moradores ao lado de uma lixeira na tarde desta quarta-feira (28) em Manaus. O menino, que ganhou o nome de “Pedro”, foi abandonado pela mãe ao lado de uma lixeira na rua 2 do bairro Aleixo, Zona Centro-Sul. A autora do crime ainda não foi identificada.

Segundo moradores, a mulher abandonou a criança no local por volta das 11h30 e fugiu. O bebê estava enrolado em panos e tem cerca de 10 dias de vida. A residência de uma proprietária, que não quis se identificar, possui câmeras de segurança que registraram toda a ação. “Ela dá a volta no quarteirão pra escolher a casa e deixa a criança”, disse a mulher.

A jovem Thalia Camila, 17, foi quem resgatou o menino e o levou pra sua residência por volta de 12h30. Segundo ela, a criança chegou a ficar molhada devido à chuva. “Estava chuviscando na hora que eu fui lá. Ele tava com os olhinhos abertos e se mexendo. O pessoal do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) veio aqui e disse que ele tem entre nove e dez dias de vida”, relatou.

A 16ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom) acompanhou o caso e acionou o Conselho Tutelar. De acordo com o conselheiro tutelar da Zona Centro-Sul, Daniel Serrão, a saúde da criança será avaliada. “Ela vai passar por um procedimento no Instituto da Mulher. Em seguida deve ser encaminhada ao SAI (Serviço de Acolhimento Institucional Emergencial), mas primeiro vamos verificar a saúde da criança e fazer os devidos encaminhamentos”.

Imagens das câmeras de segurança de residências serão encaminhadas à Delegacia Especializada em Proteção à Criança e ao Adolescente (Depca), que irá investigar o caso. A genitora pode responder pelo artigo 133, que confere o ato como abandono de incapaz. 


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.