Publicidade
Manaus
MANIFESTAÇÃO

Moradores fecham avenida em protesto por atraso do auxílio enchente

Populares atearam fogo em pedaços de madeira, colchões e outros objetos velhos o que impediu o tráfego na avenida São Jorge, Zona Oeste de Manaus 24/05/2017 às 18:15
Show protesto02222
(Foto: Aguilar Abecassis)
Lídia Ferreira Manaus

Aproximadamente 80 famílias se uniram e fecharam a avenida São Jorge por volta das 16h em protesto pelo atraso no pagamento do auxílio enchente, pago pela Prefeitura de Manaus.

A via foi fechada, no sentido bairro-Centro, por volta de uma hora. Os moradores atearam fogo em pedaços de madeira, colchões e outros objetos velhos o que impediu o tráfego no local. Cinco linhas de ônibus ficaram impossibilitadas de seguir viagem e os passageiros precisaram descer dos coletivos. "É um absurdo. A gente já pena esperando ônibus e ainda vem essas confusões atrasam ainda mais", disse a administradora Alexandra Mendonça de Jesus, 24.                       

De acordo com a moradora Adriana da Costa, 30, o benefício está com quase um mês de atraso. Ele é destinado a famílias que vivem em áreas de risco próximo ao igarapé do São Jorge. "Falta um palmo de água para gente ficar tudo alagado. Já não temos água, precisamos sair urgente. As crianças estão adoecendo. Ajudar os venezuelanos e haitianos esses governos ajudam, mas o povo do Amazonas ninguém faz nada", disse. A Polícia Militar e o Manaustrans esteve no local. A avenida foi liberada por volta das 17h.

Publicidade
Publicidade