Publicidade
Manaus
Manaus

Moradores improvisam espaços para práticas esportivas na rua com recursos próprios

Cansados de esperar pelo poder público, moradores improvisam a construção de quadras de esporte e até academias públicas ao ar livre com recursos próprios e boa vontade 29/10/2013 às 07:25
Show 1
No igarapé do Passarinho, na Zona Norte, o ‘Espaço para Alongar’ foi construído pelos próprios moradores em local público
Jaíze Alencar ---

Diante da omissão do poder público em implantar espaços de lazer para a população de Manaus, os próprios moradores improvisam a construção de quadras de esporte e até academias públicas ao ar livre com recursos próprios e boa vontade.

Exemplo disso pode ser visto no Igarapé do Passarinho, Zona Norte, onde moradores como o autônomo Edson Oliveira, 36, construíram uma academia ao ar livre com aproximadamente dez aparelhos diferentes. O “Espaço para Alongar”, como foi chamado, surgiu há quatro anos, com duas barras paralelas de ferro, compradas por Edson na sucata. “Na época eu gastei uns R$ 2 mil, para cimentar o local, comprar os ferros e mandar soldar. Era só pra eu me exercitar mesmo, porque sempre gostei de esportes e não tinha opções aqui por perto”.

A ideia foi tão admirada pelos moradores que eles começaram a frequentar o espaço e a contribuir para melhorar e incrementar a “academia”. “Teve gente que doou alguns aparelhos que não usava mais, como uma pedaleira, uma base para abdominais e até uma esteira que não funcionava, mas tem servido aqui”, conta Edson.

O soldado da aeronáutica Marcos Vieira, 20, mora no bairro Monte Pascoal, a poucos metros da academia e afirma frequentar o espaço para manter a forma. “Eu sempre venho com um grupo de amigos no final da tarde, nós também já contribuímos para ajudar a montar a academia. Apesar de não ser o ideal, muita gente frequenta”, conta.

Como a procura pela academia era maior à noite, Edson, fez uma ligação elétrica direto da casa dele e arca com o aumento de 20% na conta da energia. “No começo eu cobrava algum valor do pessoal que frequentava, mas eu parei porque percebi o valor social deste espaço, principalmente para os jovens que não têm opção de lazer aqui no bairro”, destacou.

Ele pretende melhorar os aparelhos, as barras e a cobertura, que hoje é feita com uma lona azul. “O meu sonho é deixar esse lugar bem equipado, mas no momento as minhas condições financeiras não permitem. Mas quem sabe os governantes não vêm aqui e realizam o nosso sonho”.

Basquete de rua

Sem opção de lazer, os amantes do basquete de rua também transformaram uma parte da rua Samambaia, no bairro Planalto, Zona Centro-Oeste, em uma pequena quadra de basquete. Eles construíram duas cestas e pintaram uma parte da rua para as partidas.

Próximo ao local, tem uma lanchonete e até um banheiro químico para os frequentadores, que se divertem principalmente à noite e nos finais de semana.

No ano passado, A CRÍTICA mostrou a história dos moradores do Conjunto Santos Dumont, bairro da Paz, Zona Centro-Oeste que, cansado de pedir ao poder público municipal a instalação de um parque infantil no conjunto, decidiu fazer uma campanha para arrecadar os R$ 6 mil necessárias para comprar um playground.

Academias escondem risco à saúde

Apesar da boa vontade dos moradores, os riscos em utilizar esses aparelhos improvisados existem, alertam especialistas. Barras de ferro enferrujadas e pregos expostos são riscos à saúde e à integridade física dos usuários das academias improvisadas.

A educadora física Daiana Souza alerta para outros riscos que as pessoas correm. “Os pesos foram criados e confeccionados por eles, é preciso ter uma identificação correta de quanto realmente pesam”.

A postura durante a realização dos exercícios é um outro fator importante a ser observado, destaca a educadora. “A base onde eles estão realizando os exercícios tem que ser plana, e os movimentos realizados de forma correta, ou o exercício pode prejudicar muito a coluna”, conta. Segundo ela, exercícios sem o acompanhamento profissional podem causar danos à musculatura, lesões e deformação.

Publicidade
Publicidade