Domingo, 19 de Maio de 2019
PROTESTOS

Moradores que perderam bens durante chuva realizam manifestações na Zona Leste de Manaus

A PM informou que ações aconteceram no Jorge Teixeira e no Braga Mendes. Já o Corpo de Bombeiros afirmou que foram realizados em quatro ruas do Jorge Teixeira.



manifesta__o.jpg
O Corpo de Bombeiros afirmou que protestos foram realizados na Avenida Autaz Mirim, Rua Sapucaia Mirim e Rua Janamba. (Foto: Carla/Prefeitura de Manaus)
23/01/2017 às 19:14

Pelo menos duas manifestações foram realizadas na noite desta segunda-feira (23), em diferentes locais do bairro Jorge Teixeira, na Zona Leste de Manaus. A Polícia Militar do Amazonas informou que ações aconteceram na Rua Brigadeiro Hilário Gurjão, no Jorge Teixeira, e outra no Braga Mendes, na Grande Circular. Já o Corpo de Bombeiros afirmou que protestos foram realizados na Avenida Autaz Mirim, Rua Sapucaia Mirim e Rua Janamba.

Os grupos queimaram móveis que foram prejudicados pela chuva que atingiu Manaus na noite deste domingo (22). O Corpo de Bombeiros informou que o órgão foi acionado para combater o fogo das manifestações. No entanto, até às 19h, não realizaram o combate, pois os moradores estavam agressivos.

Conforme o capitão da Polícia Militar, Anderson Saif, o órgão negociou com os moradores a presença de representantes da Prefeitura de Manaus para atender as reivindicações do grupo.

“Os moradores estão queimando os móveis que foram prejudicados durante a chuva de ontem. Só tivemos a informação que aconteceram duas manifestações na cidade. Uma na Hilário e outra no Braga Mendes. Temos viaturas acompanhando todas as ações no local. Na primeira, a Rocam está fazendo a contenção. Na segunda, a Força Tática”, explicou o capitão.

Durante as ações, os manifestantes interditaram as vias. O trânsito funcionou em apenas um sentido. “Nos dois locais. A PM entrou em contato com a Prefeitura de Manaus, e os secretários ficaram de enviar representantes da secretaria de Infraestrutura e a Defesa Civil. Essa foi parte da nossa negociação. Agora eles estão esperando”, comentou o capitão.

Caso os representantes das secretarias não apareçam e os moradores voltem a ficar exaltados, o capitão informou que a manifestação vai ser contida pela força. “Vamos usar as nossas técnicas para manifestações como essas. Mas os moradores estão aguardando a presença dos órgãos responsáveis. Queremos que tudo seja resolvido da melhor forma”, explicou.


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.