Domingo, 13 de Outubro de 2019
Manaus

Moradores se preocupam com as condições do parquinho do CSU do Parque 10

Sem muitas opções, pais que levam os filhos para brincarem no parquinho temem pela falta de segurança nos brinquedos. Além do abandono, frequentadores denunciam o loteamento de barracas comerciais



1.gif Sem manutenção, alguns brinquedos não podem ser utilizados pela criançada devido às condições precárias
28/01/2015 às 10:08

Os frequentadores do Centro Social Urbano (CSU) do bairro Parque 10 de Novembro, Zona Centro-Sul, denunciam a falta de manutenção e afirmam que no CSU estão fazendo loteamento para que sejam construídas barracas de guloseimas e que os brinquedos do parque oferecem perigos para as crianças.

A autônoma Andréia Andrade, 35, costuma levar os filhos todas as vezes que vai visitar o pai dela, que mora ao lado o CSU, e disse que cada vez encontra o centro social mais abandono e destruído. “Meus filhos acostumaram a brincar no parquinho, só que toda vez que chego aqui tem pedaços de tábuas faltando ou um ferro torcido. Daqui a algum tempo não vou mais poder trazer eles aqui, pois já não tem como brincar”, afirmou.

A advogada Elisangela Medeiros, frequenta o bairro há muitos anos. Ela lamenta que o único local que oferece lazer para a família esteja destruído e abandonado. “Sempre venho com meus filhos, eles adoram brincar aqui, só que não tem segurança alguma. Trago, mas fico preocupada, eles podem se machucar”, lamentou.

O espaço ideal para fazer caminhar e é muito utilizado para a prática de exercícios, de acordo com a secretária executiva, Paloma Negreiros 34. “Eu não entendo, esse parque está sempre cheio de pessoas de todas as idades, de grande movimento e o poder público não liga para fazer uma manutenção, sabem que isso é necessário. É o único parque público dessa redondeza”, afirmou.

Semasdh

A Secretaria Municipal de Assistência Social e Direitos Humanos (Semasdh), informou que a última revitalização Centro Social Urbano (CSU) aconteceu há 5 anos e que o órgão está em processo de reordenamento e reformulação do regimento interno, o que vai possibilitar intervenções no local.

A secretaria ainda informou que existe uma rotina de manutenção do local. Quadras, piscinas e campo de futebol e parque de diversão, recebem pequenos reparos assim que são detectadas as necessidades que impeçam o pleno funcionamento.

Manutenção das ‘pétalas’ de iluminação

A Secretaria Municipal de Assistência Social e Direitos Humanos (Semasdh), informou que foi acionado a empresa responsável pela manutenção das “pétalas” de iluminação pública dos postes. Algumas lâmpadas já foram trocadas. O órgão também informou que existe uma previsão de melhora da iluminação nos próximos dias. Todas as barracas existentes no local foram implantadas há mais de 5 anos, por meio de permissão. A padronização e novo modelo de uso devem ser revistos com a implantação do novo regimento interno do CSU do Parque 10.

A expectativa da secretaria é de que com o reordenamento e novo regimento, intervenções maiores sejam feitas. A coordenação do CSU fará um relato de denúncia e as providências a serem tomadas.


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.