Publicidade
Manaus
Cano estourado

Moradores sem água em diferentes Zonas de Manaus

Os problemas se repetem nas Zonas Norte e Centro-Oeste de Manaus. Moradores reclamam de demora na resolução dos impasses por parte da Manaus Ambiental 02/04/2013 às 08:23
Show 1
Cano está estourado desde o meio dia dessa segunda-feira (01)
acritica.com Manaus

Moradores das avenidas E e 75, do Conjunto Sérgio Pessoa Neto, no Francisca Mendes, Zona Norte de Manaus reclamam do desperdício de água e do transtorno ocasionado pelo rompimento de um cano no cruzamento das duas avenidas.

De acordo com a dona de casa Roseli Serafim Ferreira, o cano estourou por volta das 12h dessa segunda (1). Ela disse que ligou para a Manaus Ambiental  e foi informada de que a empresa tem um prazo de 72 horas para resolver o problema.  A moradora reclama porque a quantidade de água é grande e o desperdício também. “Falam tanto para nós não desperdiçarmos água e quando acontece uma coisa dessas, não tomam medidas urgentes”, desabafou.

Reclamação também na Zona Centro-Oeste

Quem também não está nada contente pelo serviço oferecido por parte da Manaus Ambiental, é Cacilda Reis, moradora da Avenida Dublin Quadra 36, bairro Planalto, conjunto Campos Elíseos, Zona Centro-Oeste de Manaus. Segundo ela, um cano estourou no local e mesmo com uma equipe da empresa indo até lá para realizar os concertos os moradores continuam sem água.


“Eles nos deixaram com um problema maior, já que até agora a distribuição de água não foi regularizada. E parece que não adianta reclamar, a empresa tem as mesmas desculpas. Amargamos dissabores”, reclamou.

Cacilda Reis lamentou o fato de morar em uma cidade banhada por água doce de forma abundante e mesmo assim não ter água em sua torneira.

“Afinal, moro na cidade banhada pelo maior rio do mundo, sendo um absurdo admitir que permaneço tanto tempo sem usufruir de um serviço pelo qual eu pago e tenho direito. Gostaria apenas que a empresa cumprisse o contrato de fornecimento de água e tratasse o usuário com mais respeito”, ressaltou.

Publicidade
Publicidade