Domingo, 29 de Março de 2020
AJUDA

Moro envia equipe a Manaus para fazer 'pente fino' em presídios

O ministro da Justiça chegou a sugerir o envio de uma tropa da Força Nacional, o que foi recusado pelo governador



morolima_E4A9A57B-E5B5-469A-A921-452E674E805F.JPG Foto: Divulgação
11/02/2020 às 18:29

Uma equipe do Ministério da Justiça chega hoje ao Amazonas para ajudar as forças de segurança locais do estado a fazer um “pente fino” nos presídios de Manaus. A decisão ocorreu após encontro do governador Wilson Lima com o ministro da Justiça, Sérgio Moro. 

O tema segurança pública também esteve na pauta do fórum de governadores que apresentaram propostas para conter a violência nos estados. Ao ministro Moro, Lima fez um relato sobre os últimos acontecimentos ocorridos na capital Manaus por conta do combate ao tráfico de drogas. 



Ele descartou qualquer tipo de rebelião ou tumulto nos presídios, ressaltando o trabalho de prevenção que as forças de segurança do estado vêm fazendo desde o ano passado especialmente no sistema prisional. 

O ministro chegou a sugerir o envio de uma tropa da Força Nacional, o que foi recusado pelo governador. “Por enquanto, não temos necessidade de força de segurança nacional nem de transferência de detentos para presídio de segurança máxima. Mas, deixo o Ministério preparado caso a gente precise de alguma coisa nesse sentido”. 

Wilson Lima pediu apoio do MJ para fortalecer a Base Anzol e a Base Arpão que está sendo montada no estado do Amazonas. 

Ontem, o enfrentamento entre as facções repercutiu na sessão plenária da Assembleia Legislativa do Amazonas (ALE-AM). O deputado estadual Cabo Maciel (PL) defendeu que o Estado deve combater o financiamento do crime organizado, equipando as polícias, para atuar no enfrentamento da criminalidade.

"O Estado é detentor da segurança pública, não pode ficar de fora do combate, precisamos estar equipados e presentes nas ações. Na briga entre facções, o Estado não tem que se envolver, ele tem que se envolver no combate a criminalidade de forma geral", lembrou.

O enfrentamento entre as duas facções criminosas começou após uma suposta marcação de território no início desta segunda-feira. Fogos de artifício foram em todas as zonas da cidade e virou comentário nas redes sociais. Na mesma noite, o vice-governador em exercício Carlos Almeida instalou o comitê de crise.

News portal1 9cade99b 2e0a 4d24 a1bb 0c50379289b4
Repórter de A Crítica - Correspondente em Brasília

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.