Publicidade
Manaus
Manaus

Motivo banal: por causa de copo de cerveja em cima de carro, homem é morto com tiro no tórax

O tiro que matou o programador Jonismar Silva, 42, foi disparado pelo cabo da PM durante uma churrascada com os amigos, no último sábado (23). Na fuga, o policial ainda atropelou um sargento da 12° Companhia Interativa Comunitária (Cicom) 29/01/2016 às 16:05
Show 1
Na foto, o programador Jonismar Silva Andrade
Kamyla Gomes e rafael seixas Manaus (AM)

O programador Jonismar Silva Andrade, de 42 anos, morreu com um tiro no tórax durante um churrasco na rua Alagoas, bairro Parque das Laranjeiras, Zona Centro-Sul de Manaus. O fato ocorreu no fim da noite de sábado (23), por volta das 22h30.

De acordo com amigos e familiares, o autor do disparo é o policial militar identificado como Cláudio Pereira. Antes do crime, segundo algumas testemunhas, os dois discutiram porque o policial não teria gostado de ver Jonismar Silva colocando um copo de cerveja em cima de seu carro, modelo Volkswagen Voyage, de placas NOM-8112 e cor preta.

“O policial foi levado por um dos convidados da festa. A mulher do Jonismar pediu para ir comer, então ele ficou bebendo e deixou um copo de cerveja em cima do carro do policial, que não gostou, e perguntou se Jonismar estava fazendo o seu carro de bar. Após discutirem, o Jonismar tirou o copo, colocou em cima do seu carro e disse: ‘Pronto, agora vou fazer o meu carro de bar’. O policial então puxou a arma e deu o tiro. Mesmo atingindo, o Jonismar deu uns três socos no ‘cara’, que fugiu no Voyage. Era para ser uma festa entre amigos e familiares”, disse o universitário Ruy Neto, 25, um dos convidados da confraternização.

“Na fuga, o policial ainda disparou contra uma guarnição da polícia e atropelou um sargento”, acrescentou.

A vítima ainda chegou a ser socorrido pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), sendo levada ao Hospital e Pronto Socorro 28 de Agosto, na Zona Centro-Sul, mas não resistiu ao ferimento. O caso está sendo investigado pela Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS). 

*Matéria atualizada às 13h para o acréscimo de informações

Publicidade
Publicidade