Publicidade
Manaus
Manaus

Motorista da carreta que matou casal esmagado em acidente ainda não se apresentou à polícia

Casal morreu quando o veículo em que estava foi esmagado por um contêiner, que se desprendeu da carroceria da carreta. Condutor deve se apresentar nesta quarta-feira (24), segundo a Polícia Civil 24/09/2014 às 12:12
Show 1
Na última quinta-feira, um casal morreu quando o veículo em que estava foi esmagado por um contêiner, que se desprendeu da carroceria da carreta, na Zona Norte
Jéssica Vasconcelos Manaus-AM

A apresentação do motorista da carreta de onde caiu o contêiner que matou, esmagado, o casal José Francisco Santana da Silva, 65, e a técnica de enfermagem Milcar Figueiredo Morais, 35, na semana passada, está sendo esperada para hoje, segundo a Polícia Civil.

As causas do acidente que resultou na morte dos dois passageiros do veículo esmagado pelo contêiner, na avenida Arquiteto José Henriques Rodrigues, a Grande Circular 2, na Zona Norte, ainda não foram identificadas.

Segundo o delegado titular do 26º Distrito Integrado de Policia (DIP), Walter Cabral, responsável pelo inquérito, no momento estão sendo ouvidas as testemunhas e outros dois motoristas que tiveram os veículos atingidos. Ainda segundo o delegado, os responsáveis pela empresa e o condutor da carreta, que fugiu do local após o acidente, informaram que compareceriam à delegacia ontem. Mas, no final da tarde, a Polícia Civil informou que a apresentação ficou para hoje.

“Nós fizemos todas as diligências nos endereços indicados, mas o motorista não foi encontrado. Como há uma promessa da empresa que ele irá à delegacia prestar esclarecimentos, nós ainda não o consideramos foragido”, disse o delegado.

De acordo com Walter Cabral, muitas questões ainda precisam ser esclarecidas, como se o contêiner estava com a manutenção em dia, como era a conduta do motorista e se realmente havia excesso de carga.

A primeira hipótese dada pelo Corpo de Bombeiros no local do acidente era que o eixo cardan da carreta (placas NBG 4199), onde estava o contêiner, se rompeu, provocando o acidente e atingindo mais dois veículos.

O delegado informou ainda que as testemunhas disseram que a carreta estava parada no sinal vermelho e, quando o sinal abriu, o contêiner caiu da carroceria e desceu a ladeira. “Além dos esclarecimentos do motorista e da empresa responsável pelo veículo, nós estamos aguardando o laudo que vai indicar as causas do acidente, que deve sair entre 15 a 30 dias”, explicou o delegado.

Após o acidente, um carro-guincho foi usado para suspender o contêiner, que precisou ser esvaziado para reduzir o peso. O resgate demorou aproximadamente três horas. Quando conseguiram retirar o veículo debaixo do contêiner, foi preciso utilizar equipamentos especiais para retirar os ocupantes das ferragens, mas eles já estavam mortos.

Publicidade
Publicidade