Sábado, 14 de Dezembro de 2019
Manaus

Motorista é assassinado a tiros após descobrir traição; a principal suspeita do crime é a esposa

Ele flagrou a esposa com outro homem e foi atraído para emboscada. Segundo familiares, a esposa estava no carro do atirador, desceu para conferir se o marido estava morto e depois fugiu



1.jpg O casal era evangélico e chegou a reatar após a descoberta da traição
14/12/2015 às 11:25

O motorista Lucas dos Santos, de 21 anos, foi assassinado com quatro tiros na madrugada de domingo (13) para segunda-feira (14) em frente a sua residência, localizada na rua Acari Bodó, bairro Jorge Teixeira, Zona Leste de Manaus. A principal suspeita do crime é a esposa identificada como Adriane Santos Vitor, conhecida mais como Ane. As informações são do tio da vítima, um comerciante de 36 anos.

De acordo com ele, a companheira de Lucas ligou para que ele fosse até a frente de sua casa. Quando chegou, dois homens saíram de um veículo, modelo Gol, de cor vermelha e placas não identificadas, e atiraram contra Lucas. Segundo o tio, o crime foi motivado porque vítima descobriu que sua companheira o estava traindo com outro homem.



"Eles brigaram na noite de sexta-feira (11) porque o Lucas seguiu a mulher dele e descobriu que ela estava o traindo. Mas, depois eles reataram. Ela pediu perdão a ele e ao pastor da igreja, mas continuou a sair com o cara", afirmou.

De acordo com o tio, na noite do crime, o sobrinho havia ido à casa de uma tia para participar de uma festa. "Ele (Lucas) foi na frente e a mulher dele foi atrás com o filho do nosso pastor, mas ela ficou no meio do caminho e foi se encontrar como amante", revelou.

Quando a vítima chegou em sua casa ,recebeu a ligação da esposa o mandando ir para frente da residência. "Os pistoleiros estavam no Gol vermelho, justamente o carro do amante que ele havia seguido na sexta-feira", contou o tio.

A mãe de Lucas, que preferiu não revelar o nome, contou que a esposa dele estava dentro do veículo e, após a execução, saiu dentro do carro e foi até o corpo do companheiro para verificar se ele realmente estava morto. Depois entrou e fugiu com o amante.

A mulher contou ainda que o filho era muito possessivo e era apaixonado pela esposa. "Eles sempre tiveram um bom relacionamento. Normal, mas ele era possessivo, se ela falasse que iria deixá-lo, ele queria se matar, então depois que ele descobriu a traição aconteceu isso", disse a mãe da vítima.

Mesmo com a suspeita de que a mulher é a mandante do crime, no registro da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), a motivação e autoria ainda eram desconhecidas. A informação de que a esposa está envolvida ainda não foi confirmada pela unidade policial, que irá investigar o caso.


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.