Segunda-feira, 18 de Novembro de 2019
Manaus

Motoristas paralisam e prejudicam população nesta terça-feira (11)

---



1.jpg Em algumas paradas era possível perceber a aglomeração de trabalhadores que esperavam o coletivo, enquanto os veículos ficaram parados no pátio da empresa
11/06/2013 às 11:03

Motoristas da empresa do transporte coletivo de Manaus, Global Green, paralisaram a frota de ônibus articulados por cerca de uma hora na manhã desta terça-feira (11). A categoria exige o pagamento de R$ 90 a mais no salário, prometido pela direção da empresa aos motoristas que dirigem os veículos popularmente chamados de ‘ônibus sanfona’.

Usuários das Zonas Norte, Leste e Oeste foram prejudicados pelo atraso. Em algumas paradas era possível perceber a aglomeração de trabalhadores que esperavam o coletivo, enquanto os veículos ficaram parados no pátio da empresa. Segundo a assessoria da Superintendência Municipal de Transportes Urbanos (SMTU), o órgão entrou em contato com representantes da Global, que confirmaram o pagamento até o próximo sábado (15).



De acordo com um fiscal que preferiu não se identificar, a classe prometeu paralisar todas as linhas (entre elas 600, 650, 651, 652, 015, 080), se a empresa não realizar o pagamento até o tempo estipulado durante reunião interna nesta manhã. Logo após a conversa, a frota voltou a funcionar normalmente.

Nota Sinetram

O Sindicato das Empresas de Transporte de Manaus (Sinetram), informou por meio de nota, que a paralisação da empresa Global Green, foi articulada pelo Sindicato do Rodoviários e a paralisação durou apenas uma hora.

Ainda segundo a nota, a empresa pode ser multada em R$ 50 mil pelo Tribunal Regional do Trabalho (TRT). Cerca de 200 mil passageiros foram afetados com a paralisação. O Sinetram vai intermediar um diálogo junto com o Sindicato dos Rodoviários e as empresas de transporte coletivo, para analisar as reivindicações dos trabalhadores.

#Colaborou o repórter Márcio Azevedo da TV A Crítica


Mais de Acritica.com

18 Nov
bradesco_C22DD61C-FE71-4FDD-BB1B-A5B7C048EF01.JPG

TRT11 celebra acordo de R$ 1,1 milhão entre Bradesco e ex-funcionária

18/11/2019 às 11:20

A bancária ingressou com reclamação trabalhista contra o HSBC e o Bradesco em novembro de 2016, pretendendo receber o pagamento de diferenças salariais, horas extras, tempo a disposição da instituição financeira durante as viagens, além indenização pelos danos morais sofridos no ambiente de trabalho


Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.