Publicidade
Manaus
ZONA SUL

Mototaxista denuncia obra do Manaustrans que obstrui calçada em avenida de Manaus

Estrutura de sustentação de placa de trânsito foi fixada em calçada e atrapalhava circulação de pedestres. Após repercussão nas redes sociais, Prefeitura iniciou obras no local 25/07/2018 às 15:05
Show untitled 1 copy
(Foto: Reprodução)
Priscila Rosas Manaus (AM)

Uma obra do Instituto Municipal de Engenharia e Fiscalização do Trânsito (Manaustrans), na Avenida Rodrigo Otávio, no bairro Crespo, Zona Sul de Manaus, motivou o mototaxista Pablo Alves, 31, a publicar um vídeo nas redes sociais. No local, o pórtico, estrutura de sustentação de metal para as placas de sinalização de trânsito, impede a passagem de pedestres e cadeirantes pela calçada já em condições precárias. A indignação foi tanta que o vídeo possui 89 mil visualizações, já tem 3,2 mil compartilhamentos, 320 reações e 109 comentários no Facebook até o fechamento dessa matéria.

Para se desviar do pórtico, o pedestre tem que andar “na beira” de um barranco, onde está um córrego, podendo cair e se machucar gravemente ou andar pela Avenida arriscando sua vida, uma vez que os motoristas dirigem em alta velocidade pelo local.

Ao ver essa dificuldade e ter que ajudar um cadeirante com a ajuda de colegas, o mototaxista resolveu gravar o vídeo e postar nas redes sociais. “Eu me incomodo com essa situação. Se não divulgarmos, não farão nada. Não é culpa do pequeno trabalhador. Com certeza, veio algum engenheiro aqui. E, poxa, isso está errado, as pessoas precisam transitar”, diz.

Projeto

Pablo está sempre postando nas redes sociais vídeos referentes ao seu projeto “De Olho na Juventude”, fundado com alguns amigos, e que ajuda pelo menos 25 jovens da região. No vídeo viral, ele está no campinho utilizado pelo projeto, e mostra tanto a estrutura quanto os pedestres tendo dificuldade ao transitar pela calçada. “Se você não quer ser atrapalhado, não atrapalhe ninguém. Isso aqui pode fazer mal para todo mundo. Pode causar um acidente. É desnecessário isso aí”, fala durante o vídeo.

A reclamação não é somente de Pablo. O morador Carlos Silva, 44, também reclama da situação. “Qualquer um que passa por aí corre perigo. Outro dia, uma criança foi para a rua se desviar e quase é atropelada”, relata. Elderson de Souza, 25 anos, que trabalha numa oficina próxima ao local, conta que quando os moradores viram o início da obra para fixar a estrutura metálica começaram a falar que não daria certo por causa da localização do pórtico. “Antes de vocês chegarem, um carro ia batendo numa senhora que desviou desse negócio aí”, narrou a reportagem A CRITICA.

Calçada irregular

Além do pórtico, Pablo também reclamou da calçada. Segundo ele, não tem o tamanho certo e apresenta vários buracos na estrutura, inclusive em pontos que apresentam, de certa maneira, perigo. Existe também uma lixeira no local feita com estrutura de madeira que não obstrui a passagem do pedestre, feita pelos moradores. A Secretaria Municipal de Limpeza Urbana informou que irá verificar o que precisa ser feito para adequar o local as condições previstas no Código de Posturas do Município.

A reportagem também constatou trabalhadores no local. Segundo o Manaustrans está sendo realizado um alargamento na calçada nas proximidades do pórtico e será colocada uma proteção nessa área para garantir o acesso dos pedestres, com mais segurança.

Publicidade
Publicidade