Publicidade
Manaus
Manaus

Mototaxista é executado a tiros supostamente por ex-presidiário e foragido do Compaj

Segundo DEHS, principal suspeito do crime é um homem identificado como Adriano, vulgo 'Caverna', que é ex-presidiário e foragido de regime semiaberto. Renier Souza da Silva, de 29 anos, foi executado com 14 tiros 31/03/2015 às 10:11
Show 1
Mototaxista Renier Souza da Silva morreu aos 29 anos
Fábio Oliveira Manaus (AM)

O mototaxista Renier Souza da Silva, de 29 anos, foi executado com 14 tiros no final da tarde desta segunda-feira (30), ao chegar à sua residência, localizada na rua Beija Flor, paralela à Laço do Amor, no Jorge Teixeira, Zona Leste de Manaus.

De acordo com a Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), o principal suspeito é um homem identificado apenas como Adriano, vulgo "Caverna", que é ex-presidiário e foragido do regime semiaberto do Compaj.

Segundo familiares, Renier chegava à sua casa, quando "Caverna" e o comparsa vulgo "Loirinho", que estavam a pé, entraram na rua e efetuaram mais de 15 disparos.

A família acredita que o alvo da dupla era a mulher de Renier, identificada apenas como Mara, que, segundo as irmãs da vítima, era envolvida com o tráfico na região. A Polícia Civil está a procura da dupla e investiga o caso.

Publicidade
Publicidade