Publicidade
Manaus
ESTRADAS

Movimentação tranquila nas saídas de Manaus no primeiro dia de 'feriadão'

Estimativa da Polícia Militar é que pelo menos três mil carros deixem a cidade pelas rodovias AM-010 e BR-174, que estão com reforço na fiscalização 29/04/2017 às 11:45 - Atualizado em 29/04/2017 às 11:51
Show whatsapp image 2017 04 29 at 09.55.29
Fiscalização está reforçada nas saídas da cidade (Foto: Clóvis Miranda)
Camila Pereira Manaus (AM)

Mais de três mil veículos devem passar pela barreira das rodovias AM-010 (Manaus – Manacapuru) e BR-174 (Manaus – Boa vista) durante o feriadão, segundo o Batalhão de Trânsito da Polícia Militar (Bptran). Durante a manhã deste sábado, a movimentação foi tranquila, com intensificação do fluxo de veículos durante a tarde.

O policiamento no local foi reforçado, por conta da 27ª Festa do Cupuaçu, que acontece no município de Presidente Figueiredo, até este domingo. A estimativa da Polícia Militar é de que a cidade receba 300 mil pessoas no evento, que conta com atrações musicais locais e nacionais.

“A movimentação maior da estrada deve acontecer durante a volta, no dia 1º. Estamos preparados, fiscalizando a documentação. Estamos também com etilômetro, para evitar que motoristas dirijam alcoolizados pela estrada, tanto na ida, como na volta”, afirmou o tenente Oliveira Frota, do Bptran, que ressaltou que nenhuma ocorrência havia sido registrada até a manhã de ontem.

O serviço de transporte intermunicipal está sendo fiscalizado pela Agência Reguladora dos Serviços Públicos Concedidos do Amazonas (Arsam), que reforçou a fiscalização nas estradas. Até a manhã de ontem, 40 ônibus e vans já haviam passado pela barreira. Segundo o órgão, mais de dez mil pessoas devem deixar a cidade. 

“Verificamos problemas na documentação e também a situação do veículo, além da quantidade de passageiros. Aquele ônibus, veículos fretados ou táxi que não estiver em condições de seguir viagem, deve voltar para Manaus, para que seja regularizado”, afirmou o chefe do setor operacional de fiscalização da Arsam, subtenente Juarez Nogueira.

O Juizado da Infância e Juventude Infracional também está presente na barreira. Crianças e adolescentes devem viajar com documentação, mesmo se acompanhadas pelos pais e responsáveis. “Sempre fazemos este alerta, para que não aconteça casos de rapto, que é a nossa maior preocupação”, afirmou a escrevente da JIJ, Maria Raimunda Ferreira. 

O Departamento Estadual de Trânsito do Amazonas (Detran-AM) e a Polícia Rodoviária Federal (PRF) também intensificaram as suas ações. 

Publicidade
Publicidade