Quarta-feira, 21 de Agosto de 2019
Manaus

MP-AM gasta R$ 1 milhão em diárias em dois anos

Segundo informações disponíveis no site do órgão, há dois anos, o Ministério Público gastou R$501,7 mil com o benefício contra R$ 506,4 ano passado, um acréscimo de 0,9%



1.jpg MP-AM
18/02/2013 às 20:33

O Ministério Público do Estado do Amazonas (MP-AM) gastou, em diárias, nos últimos dois anos, mais de R$ 1 milhão. Foram 1.728 diárias ao todo destinadas a servidores e membros em geral do órgão, sendo 873 utilizadas em 2011 e 855 em 2012. Os dados são do link transparência do portal do MP na internet (www.mp.am.gov.br) e estão disponíveis para qualquer cidadão pesquisar.

Segundo informações disponíveis no site do órgão, há dois anos, o Ministério Público gastou R$501,7 mil com o benefício contra R$ 506,4 ano passado, um acréscimo de 0,9%.

Os destinos finais foram municípios do Amazonas e de outros estados brasileiros. Em 2012, por exemplo, as 855 diárias foram pagas a servidores que se deslocaram para 60 municípios diferentes, dos quais 40 estão localizados no Estado.

Os demais estão em Rondônia, São Paulo, Rio de Janeiro, Roraima, Mato Grosso, Distrito Federal, entre outros. A cidade que mais pontuou na lista dos municípios cujas visitar geraram diárias foi Brasília, com 141 visitas bancadas pelo MP-AM. Em segundo lugar ficou Tefé, a 523 quilômetros da capital Manaus, e em terceiro, ficou Tabatinga, distante 1.106 quilômetros de Manaus, com 46 diárias.

As diárias foram pagas em ocasiões como Reuniões extraordinárias, coleta de depoimentos por membros de procuradorias a exemplo de promotores de Justiça, participação em eventos, pagamentos a palestrantes, escolta para atuação em promotorias específicas, para tratar de processos fora da cidade em que reside o membro, para instruir provas, cursos e, ainda, para viabilizar participações em audiências.

Os dados de 2010 não estavam completos para pesquisa no site do MP-AM. Contudo, informações publicadas no portal em 2 de maio de 2011 apontam que entre outubro de 2010 e abril do ano seguinte, a instituição contabilizou redução de R$92,1 mil, passando de R$ 222,9 mil para R$315 mil, aproximadamente.

A equipe de acritica.com tentou contato por diversas vezes com a assessoria do MP-AM para maiores detalhes a respeito da utilização de diárias e seus critérios, porém, não obteve sucesso.


Receba Novidades

* campo obrigatório

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.