Publicidade
Manaus
Manaus

'Mulas do tráfico' são presas com 40 quilos de maconha em embarcação no AM

Segundo a polícia, o barco saiu de Porto Velho com destino à capital amazonense e as drogas seriam distribuídas em bocas de fumo de Manaus. Izabel e Ana Paula estavam dormindo nas redes quando foram abordadas pela polícia 24/05/2013 às 09:45
Show 1
Os 40 quilos da maconha prensada estavam armazenadas em três malas de viagem
Bruna Souza e Thiago Monteiro Manaus, AM

Duas ‘mulas do tráfico’ foram presas após denúncia anônima na manhã desta sexta-feira (24), transportando aproximadamente 40 quilos de maconha prensada no Barco Dois Irmãos. A embarcação foi interceptada no rio Negro, quando se aproximava do Porto de Manaus. Além de Izabel Costa da Silva, 21, e Ana Paula da Silva, 21, a polícia prendeu Agda Ferreira Pimentel, 39, que aguardava a chegada dos entorpecentes.

De acordo com a Força tarefa da Secretaria de Segurança Pública (SSP), a prisão aconteceu depois da polícia receber uma denúncia anônima pelo telefone 181. Na embarcação, Izabel e Ana Paula estavam dormindo nas redes quando foram abordadas pelos policiais. As drogas estavam armazenadas em três malas de viagem.

Ainda segundo a polícia, o barco saiu de Porto Velho com destino à capital amazonense e as drogas seriam distribuídas em bocas de fumo da cidade. A investigação apontou que os entorpecentes são oriundos do Paraguai, porém, ainda não se sabe quem seria o dono da encomenda.

Em depoimento, Izabel declarou que receberia R$ 4 mil e Ana Paula R$ 2 mil pelo transporte. Elas disseram à polícia que esta era a primeira vez que faziam esse serviço e se mostraram arrependidas. A embarcação continuou normalmente a sua trajetória até Manaus e a polícia conseguiu prender Agda Ferreira que aguardava as ‘mulas’ no porto, onde receberia os 40 quilos de maconha.

As três mulheres foram levadas e autuadas por tráfico de drogas e associação para o tráfico no 1º Distrito Integrado de Polícia (DIP) e devem ser encaminhadas ainda nesta sexta-feira (24) para a cadeia pública Desembargador Raimundo Vidal Pessoa.

De acordo com o delegado titular do 1º DIP, Mariolino Brito, durante o período da cheia se torna comum o transporte de drogas por embarcações e a Polícia Civil vai intensificar o monitoramento do transporte desses entorpecentes pelos rios.


Publicidade
Publicidade