Publicidade
Manaus
Manaus

Mulher ajuda atiradores a cometer assassinato em troca de terreno em invasão

“Mara” cedeu a motocicleta dela para assassinos e pilotou outra moto com atirador até o local do crime. Como pagamento ela ganhou um terreno em uma invasão 22/09/2015 às 12:10
Show 1
Ana Maria Zaim Costa
Édria Caroline Manaus

Ana Maria Zaim Costa, 27, a “Mara”, foi presa pela polícia por ser suspeita de participar de um assassinato em Manaus ocorrido no último dia 13 de agosto, que teve como vítima Manoel Adalberto Carvalho de Souza, 36, o “Maneca”. Segundo a polícia, ela teria ajudado os atiradores no crime em troca de um terreno em uma invasão na cidade.

Os dois autores dos disparos que mataram “Maneca” ainda não foram presos, mas já foram identificados e estão sendo procurados pela polícia. O crime ocorreu na rua Bacuri, bairro Colônia Terra Nova, na Zona Norte de Manaus. Com a ajuda de “Mara”, os assassinos chegaram ao local e efetuaram os disparos; quatro atingiram “Maneca”.

De acordo com as investigações, Ana Maria Zaim não atirou na vítima, mas cedeu a motocicleta dela para um dos atiradores e pilotou a outra moto, que também foi usada para levar o outro atirador até o local do crime. Em troca disso, “Mara” teria ganhado um lote de terra na invasão Bom Pastor, no bairro Novo Israel.

“Mara” foi presa em sua própria residência, na invasão Bom Pastor, comunidade José Bonifácio, no Novo Israel, Zona Norte. Ela foi indiciada por homicídio e será encaminhada à cadeia pública. Segundo o delegado Daniel Leão, adjunto da Delegacia de Homicídios e Sequestros (DEHS), o homem que pilotava a outra moto foi identificado como “Gordão” e está sendo procurado.


Divulgação: Polícia Civil do Amazonas

Publicidade
Publicidade