Publicidade
Manaus
Manaus

Mulher ameaçada de morte por ex-amiga é encontrada morta após 3 dias boiando em rio

Jovem de 18 anos estava desaparecida desde domingo, quando foi sequestrada. O corpo dela foi encontrado em um igarapé, com 15 facadas no corpo, sem a cabeça e membros 04/11/2015 às 13:12
Show 1
Ana Carolina vinha sendo ameaçada de morte por uma ex-amiga através de mensagens de celular e ligações
VINICIUS LEAL e FÁBIO OLIVEIRA Manaus

O corpo de uma jovem sem a cabeça e com braços e pernas arrancados foi encontrado boiando nas águas do igarapé do São Raimundo, na orla oeste de Manaus, na manhã desta quarta-feira (4).

A vítima, identificada como Ana Carolina Nascimento dos Santos, de 18 anos, estava com 15 perfurações de faca pelo corpo. Ela estava desaparecida desde domingo (1º), quando foi sequestrada. A moça vinha sendo ameaçada de morte por uma ex-amiga, conforme informou familiares.

O pelotão fluvial do Corpo de Bombeiros foi ao local nesta manhã fazer o resgate do cadáver, e o Instituto Médico Legal (IML) também foi chamado para fazer a remoção. A perícia da Polícia Civil foi acionada para recolher vestígios do corpo e outras provas do crime, mas até o momento ninguém foi preso como suspeito do assassinato.

Segundo o irmão de Ana Carolina, Adriano Nascimento, a jovem de 18 anos vinha recebendo ligações e mensagens de celular ameaçadoras, feitas supostamente por uma ex-amiga, que não foi identificada ainda. O motivo das ameaças também é desconhecido.


Bombeiros resgataram o corpo. Foto: Corpo de Bombeiros

Conforme a prima da vítima, Raimunda Cordeiro, Ana Carolina saiu de casa, no bairro Novo Aleixo, na Zona Norte da cidade, no último domingo (1º), dizendo que voltaria logo, mas a família não teve mais notícias dela.

Na noite de ontem, os familiares receberam uma ligação anônima informando que a moça tinha sido sequestrada, esquartejada e que o corpo tinha sido jogado no igarapé do Novo Aleixo. A família foi rapidamente ao local e lá encontrou calcinha, camisa, fios de cabelo e sangue da vítima, porém nada do corpo.

O pai de Ana Carolina entrou em contato com o Corpo de Bombeiros, que fizeram buscas pelo igarapé de 18h às 22h30 de ontem. Entretanto, o corpo só foi achado nesta manhã, a quilômetros de distância, no lado oposto da cidade, no igarapé do São Raimundo, Zona Oeste.

A Polícia Civil deverá investigar o caso.

Publicidade
Publicidade