Publicidade
Manaus
Manaus

Mulher é encontrada morta por estrangulamento dentro de empresa em que era sócia, no DI

Eliene Canavarro, de 35 anos, foi encontrada morta dentro da empresa Tamatet, no Distrito Industrial. Ela era uma das sócias da firma de fruta e legumes 19/11/2015 às 14:54
Show 1
Crime será investigado pela Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS)
Kamyla Gomes Manaus (AM)

Com sinais de estrangulamento, o corpo da empresária Eliene Canavarro de Souza, 35, foi encontrado na noite de terça-feira dentro da empresa Tamatet Fruta e Legumes, localizada na rua Abiurana, no Distrito Industrial, Zona Leste de Manaus, em que ela é uma das sócias. O caso está registrado na Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS).

De acordo com o relatório da unidade policial, a mulher foi enforcada por um fio elétrico. O material usado no crime estava enrolado no pescoço da vítima que foi enforcada até a morte.

Segundo a assessoria de imprensa da Polícia Civil, o corpo foi achado por um funcionário da empresa, que não teve o nome revelado. Ele será chamado para prestar depoimento como testemunha.

Ainda segundo informações da assessoria de comunicação, o funcionário relatou preliminarmente em depoimento que, ao entrar no escritório da empresa, acabou encontrando o corpo de Eliene.

Testemunhas informaram à Polícia Militar que um táxi foi visto estacionado próximo à empresa, porém ainda não há confirmação se o veículo estaria envolvido no crime. No relatório da DEHS consta que o crime ocorreu por volta das 17h50.

O companheiro da vítima, cujo nome não foi revelado, contou à PC que falou com a esposa uma hora antes do crime. A empresária teria dito que iria a uma consulta médica e que depois retornaria para a empresa. Foi a última vez que eles se falaram.

A reportagem foi até o endereço da empresária, que fica na rua A1, no conjunto Canaranas, bairro Cidade Nova, Zona Norte, mas não havia ninguém na residência.

Outro caso

No dia 8 de maio deste ano, Antônia Gracieide Cardoso, 22, foi torturada, espancada e estrangulada, em um sítio no ramal do Pau Rosa, no quilômetro 21 da BR-174.

O marido dela, José Fagner de Souza Oliveira, 29, também foi morto com mais de 20 facadas. Após quatro meses de investigação, três homens suspeitos de cometerem os crimes foram presos.

Velório

Vizinhos da empresária Eliene Canavarro de Souza  informaram que o velório ocorreu na funerária Almir Neves, localizado na avenida Joaquim Nabuco, Centro, e que o corpo seria transladado para o município do Careiro.

Publicidade
Publicidade