FRUTA PROIBIDA

Mulher tenta entrar em presídio de Manaus com maconha escondida dentro de bananas

Luana Tavares dos Santos é irmã de um dos detentos que cumprem pena no Instituto Penal Antônio Trindade (Ipat), localizado no Km 8 da BR-174

ACRÍTICA.COM
03/11/2018 às 19:54.
Atualizado em 12/03/2022 às 05:21

(Foto: Divulgação)

A irmã de um dos presos do Instituto Penal Antônio Trindade (Ipat), no Km 8 da BR-174 (Manaus - Boa Vista), foi flagrada, neste sábado (3), tentando entrar na unidade prisional com seis porções de maconha escondidas em um cacho de banana.

Cerca de 58 gramas do entorpecente estavam no interior das frutas, que foram inspecionadas por um agente de socialização da unidade prisional. A dona da maconha, identificada como Luana Tavares Santos, e a droga serão apresentados em um Delegacia Interativa de Polícia na capital amazonense.

Luana também terá o cadastro de visitante da prisão cancelado. O irmão da mulher que tentou entrar no Ipat com a droga na banana foi identificado como Francisco Tavares dos Santos.

Agora a Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap) também possui um telefone disque-denúncia para a população colaborar com infomrações sobre ocorrências ligadas ao sistema carcerário do Amazonas. O número é (92) 99297-3068.

Assuntos
Compartilhar
Sobre o Portal A Crítica
No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.
© Copyright 2022Portal A Crítica.Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por
Distribuído por