Publicidade
Manaus
Manaus

Mulher é sequestrada por engano em área de treinamento do Detran-AM, na Zona Norte

A jovem se dirigia a uma lanchonete que fica dentro do parqueamento, quando carro de placa não identificada, parou perto e um homem lhe arrastou para dentro do veículo 17/06/2015 às 10:43
Show 1
Detran, no Santa Etelvina, também é local frequentado pela bandidagem
Édria Caroline ---

Uma jovem de 19 anos por pouco não perdeu a vida na manhã de ontem (16), quando saía de parque de testes do Departamento Estadual de Trânsito do Amazonas (Detran-AM), após ser arrastada para dentro de um carro com três homens.

A confusão aconteceu no momento em que a jovem se dirigia à uma lanchonete que fica dentro do parqueamento, quando um carro, modelo Gol, cor preta e de placa não identificada, parou perto da jovem e um homem lhe arrastou para dentro do veículo.

De acordo com o pai da vítima, o taxista Valdecir Gil de Souza, 45, a filha foi pega por engano pelos criminosos. Um deles teria dito “essa não é a que o cara quer”. Outro teria respondido “vamos jogar ela por aqui mesmo”. Quando os bandidos entraram em um acordo, atiraram a jovem em um local a, aproximadamente, 200 metros e distância do parqueamento. A jovem, que estava encapuzada, ainda teria sofrido ameaça de morte pelos bandidos.

Para o pai da vítima, a falta de segurança no local é o que mais preocupa. “Já havia ouvido muitas pessoas falarem sobre assaltos no parqueamento e agora isso acontece com a minha filha. A sensação é que não estamos seguros em lugar nenhum”, lamentou. Ainda de acordo com Valdecir, não existe nada que dê segurança às pessoas que vão para as aulas no local. “Não tem polícia, não tem câmeras ou, pelo menos, um guarda. Qualquer pessoa entra no local. Hoje foi a minha filha que sofreu esse atentado. Amanhã pode ser qualquer pessoa. Não tem segurança nenhuma, ali”, concluiu o pai da vítima, ainda muito abalado com o ocorrido. Até o fechamento desta edição os suspeitos ainda não haviam sido identificados.


Publicidade
Publicidade