Segunda-feira, 18 de Novembro de 2019
Manaus

Mulher incendeia própria casa após brigar com marido e acertá- lo com um martelo, em Manaus

Caso ocorreu no bairro Presidente Vargas (Matinha). Segundo o Corpo de Bombeiros, a mulher golpeou o esposo com um martelo e depois tentou se suicidar cortando os pulsos e ateando fogo no imóvel. Marido e esposa foram levados para hospital



1.gif Corpo de Bombeiros trabalhou para apagar as chamas e conter o fogo
29/12/2014 às 12:07

Uma mulher provocou um incêndio na própria casa após brigar e tentar matar o marido, acertando-o com um martelo, na madrugada desta segunda-feira (29), no beco Cocha Bomba do bairro Presidente Vargas (Matinha), na Zona Sul de Manaus. Depois, a mulher ainda tentou cometer suicídio cortando os próprios pulsos. A suspeita é que ela sofra de depressão.

Vizinhos ouviram os pedidos de socorro do marido por volta das 3h e acionaram a polícia, os bombeiros e uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), que prestou atendimento ao homem e o levou para um hospital de Manaus. Segundo a assessoria de imprensa do Corpo de Bombeiros, a mulher foi identificada como Oney dos Santos Pereira.



Ainda conforme os bombeiros, o idoso José dos Santos Pereira, irmão de Oney, que seria deficiente auditivo, também morava na residência e teve que ser resgatado às pressas. Uma guarnição do Corpo de Bombeiros trabalhou para apagar as chamas e conter o fogo, com sucesso. O incêndio, no entanto, destruiu o teto da casa, a cozinha e dois quartos do imóvel.

O marido de Oney não teve o nome revelado e não se sabe o estado de saúde dele. Segundo os bombeiros, a mulher atacou o homem com um martelo e depois tentou se suicidar cortando os pulsos, ligando o botijão de gás e ateando fogo na casa. Oney também teria sido hospitalizada. O caso foi registrado no 1º Distrito Integrado de Polícia (DIP).


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.