Sábado, 14 de Dezembro de 2019
VACINA

Municípios do AM com baixa cobertura na 2ª dose da tríplice viral receberão reforço

Manaus e outras nove cidades do Estado foram as únicas que apresentaram notificações de sarampo nos últimos 30 dias, segundo a Susam



VACINA-SARAMPO-MANAUS_B75FE3CB-47A1-4236-9560-F07D445BDAE3.JPG Foto: Junio Matos/Arquivo AC
01/11/2018 às 18:27

Dez municípios do Amazonas com baixa cobertura vacinal da segunda dose da tríplice viral vão receber reforço na vacinação. A informação foi divulgada pela Secretaria Estadual de Saúde (Susam) nesta quinta-feira (1º). A vacina tríplice viral protege contra sarampo, rubéola e caxumba.

Segundo a Susam, as cidades da lista que inclui Manaus são as únicas no Estado que apresentaram notificações de sarampo entre os dias 20 de setembro e de outubro. Além da capital, vão receber reforço: Careiro Castanho, Coari, Itacoatiara, Juruá, Manacapuru, Maués, Parintins, Presidente Figueiredo e Tefé.



A 33ª edição do Boletim Epidemiológico do Surto de Sarampo no Amazonas mostra que os casos da doença caíram 70% nos primeiros vinte dias de outubro, comparado ao mesmo período de setembro. Foram 149 notificações no Estado em outubro, contra 509 em setembro.

Apesar da redução, no acumulado do ano, o Amazonas registra 82,91% dos casos confirmados de sarampo no País. São 10.653 casos notificados, distribuídos em 49 cidades do Estado. Dentre as notificações foram confirmados 2.126 casos, em 32 municípios. Seguem em investigação 7.611 casos e outros 916 casos foram descartados.

Estratégia da vacinação nos municípios não foi divulgada

De acordo com o diretor-presidente da Fundação de Vigilância em Saúde (FVS-AM), Bernardino Albuquerque, a discussão sobre uma estratégia para as dez cidades melhorarem a cobertura na segunda dose da vacina tríplice viral foi o principal tema da reunião, realizada esta semana com representantes do Ministério da Saúde, da Organização Pan-Americana de Saúde (Opas), da Susam e dos municípios.


Dados parciais de notificação por sarampo referente ao período de  20 de setembro a 20 de outubro de 2018, e a cobertura vacinal correspondente. Fonte: Susam

"Estas cidades apresentam baixa cobertura vacinal da segunda dose da tríplice viral. Significa que esses municípios ainda estão em risco por não apresentarem uma efetividade na vacinação para provocar a interrupção”, disse Bernardino, ao ressaltar que a imunidade contra o sarampo é garantida com as duas doses.

“A estratégia é em cima do aumento urgente dessa cobertura de segunda dose. Vamos trabalhar nisso junto aos municípios”, explicou.


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.