Publicidade
Manaus
Manaus

Muro de empresa desaba e nove casas ficam alagadas durante chuva em Manaus

Um laudo da Defesa Civil deve apontar quais as causas do acidente. 08/04/2013 às 17:58
Show 1
Os moradores perderam freezers, geladeiras, sofás, alimentos, guarda- roupas, armário de cozinha e até ar condicionado
Bruna Souza Manaus, AM

Durante a chuva que caiu na cidade de Manaus na manhã desta segunda-feira (8), um muro da empresa Mei Instalação Industrial LTDA desmoronou no bairro Japiim, Zona Sul, por volta das 8h30. Nove casas próximas ao local ficaram alagadas.

De acordo com o industriário Théo Mário, 45, antes do desmoronamento, os moradores da rua J Ramos procuraram a empresa para informar sobre um problema com água do esgoto que percorre o terreno da mesma, mas não obtiveram resposta.

“Nós moradores estivemos lá e reclamamos. Há cerca de quatro meses, eles fizeram uma reforma no local e toda vez que chovia a água ficava empoçada dentro da empresa. Eles colocaram sete canos que desviava essa água para a nossa rua e desde lá começou a alagar as casas”, relatou o morador.

Na casa onde moram os pais da técnica de enfermagem Eliana da Costa, 53, o nível da água chegou a um metro e meio e objetos pessoais foram danificados.“Meus pais de 71 e 80 anos tiveram que ficar na rua depois desse alagamento. Moramos aqui há 21 anos e isso não acontecia, até fazerem esse muro. A empresa não fez nada, mesmo os moradores tendo ido lá e informado sobre o problema. Agora não sabemos o que fazer”, declarou a técnica.

 

A Defesa Civil Municipal esteve no local. A equipe tirou fotos e analisou a situação do muro e das casas alagadas. Um laudo deve apontar quais as causas do acidente e verificar se o problema foi causado pela obra na empresa.

Empresa

O consultor Acir Soares falou sobre a alagação e a queda do muro. “Essa tubulação passa por baixo da empresa e deságua provavelmente no igarapé que corta por trás da comunidade. Houve alguma obstrução em algum lugar lá pra baixo que represou a água e ocasionou todo o problema, inclusive com a queda do muro”, afirmou o representante da Mei.

O consultou disse ainda que a empresa está preocupada com a segurança dos moradores. Engenheiros civis analisarão a estrutura e, se necessário, será realizada a derrubada do muro, evitando que outro acidente aconteça.

Equipes da Secretaria Municipal de Assistência Social e Direitos Humanos (Semasdh) e a Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seminf) trabalham no local.

Publicidade
Publicidade