Quarta-feira, 24 de Julho de 2019
poluição

Mutirão em Manaus recolhe mais de 50 toneladas de lixo não convencional

Galhos de árvores, restos de ferros e de madeira, móveis, pneus, eletrodomésticos e aparelhos eletrônicos que não funcionam mais costumam ser descartados de forma incorreta pela população, causando transtornos e poluição.



IMG0017377356.JPG Foto: Arquivo Ac/Evandro Seixas
17/05/2016 às 17:16

De janeiro a abril, mutirões de limpeza recolheram aproximadamente 54 mil toneladas de lixo não convencional de residências de Manaus. São galhos de árvores, restos de ferros e de madeira, móveis, pneus, eletrodomésticos e aparelhos eletrônicos que não funcionam mais e que costumam ser descartados de forma incorreta pela população.

O serviço é feito por cerca de 250 trabalhadores da Secretaria Municipal de Limpeza Urbana (Semulsp) e conta com caminhões e pás mecânicas. O secretário Paulo Farias destacou a importância dessa faxina, inclusive para evitar criadouros do mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue, da febre chikungunya e do vírus Zika.

“Trata-se, na verdade, de uma grande faxina realizada nos bairros onde ocorre capina e remoção de grandes objetos abandonados nas vias. Nessa mesma ocasião, a população é convidada a retirar dos pátios de casa objetos volumosos e uma série de inservíveis, que, nessa época, podem servir de criadouros de mosquitos. Esse tipo de atividade é bastante importante porque complementa todas as outras da Secretaria de Saúde no combate às doenças transmitidas por mosquito”, esclareceu o secretário.

Mosquitos

Paulo Farias informou que os mutirões de limpeza são realizados principalmente em áreas consideradas de risco para proliferação do Aedes aegypti. Até o momento, o serviço passou por 25 bairros.

O secretário orienta os moradores a darem destino correto aos objetos que não são mais utilizados. “O fundamental é não abandonar nas ruas e não deixar, quando armazenados, expostos à chuva, permitindo que se tornem criadouros de mosquitos. Existem dezenas de empresas que trabalham com remoção de objetos volumosos, de descarte e até mesmo entulho de obras. O normal é que as pessoas recorram a esses serviços disponíveis no mercado”, recomendou.

Nos próximos dez dias, os trabalhos do mutirão de limpeza vão se concentrar no bairro Alvorada, que tem mais de 60 mil habitantes.

Receba Novidades

* campo obrigatório

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.