Publicidade
Manaus
FOLIA CERTA

Na hora: Reino Unido encerra apresentação faltando 1 minuto para 'estourar'

Com 4.500 componentes, a Reino Unido é a escola que tem o maior número de foliões este ano 03/03/2019 às 03:12 - Atualizado em 03/03/2019 às 03:51
Vitor Gavirati Manaus (AM)

Brigando pelo tetracampeonato consecutivo do Grupo Especial do Carnaval de Manaus, a Reino Unido da Liberdade encerrou o desfile desta noite com 1 minuto para estourar o tempo limite da apresentação.

Quinta escola a desfilar, a Verde e Branca do Morro da Liberdade trouxe o enredo "Tambores, Crença e Costumes Afro-brasileiros - A Benção Mãe Zulmira". Com o tema, a agremiação 12 vezes campeã do Carnaval manauara aproveitou para celebrar os 30 anos de seu primeiro título, conquistado em 1989, quando levou para a avenida o enredo "Mãe Zulmira, o Amanhecer de Uma Raça".

Em um desfile carregado de empolgação por parte dos foliões, a escola falou sobre as influências africanas na cultura brasileira e o legado cultural dos negros, lembrando a famosa mãe de santo da Zona Sul.

Este ano, a escola voltou a trazer para a Avenida as alegorias de mão carregadas pelos brincantes, como bonecos gigantes, bastões e batuques. Fantasias em referência à Umbanda, música, arte e ao vestuário africanos também marcaram a apresentação.

Com 4.500 componentes, a Reino Unido é a escola que tem o maior número de foliões este ano. Os brincantes estiveram distribuídos em 26 alas e a agremiação veio com três carros alegóricos.

A Comissão de Frente da escola retratou o sofrimento dos africanos que chegaram ao Brasil em navios negreiros, acorrentados, para serem escravos. O figurino dos membros lembrou o da Comissão de Frente da escola carioca Paraíso do Tuiuti, nomeada "O Grito da Liberdade", apresentada no Carnaval de 2018 e que repercutiu nacionalmente ao questionar o fim do trabalho escravo no País.

Se na avenida a escola esteve volumosa, na arquibancada do Sambódromo a torcida não fez por menos, desceu o Morro da Liberdade e lotou o Bloco G, espalhando Axé, como dizia o samba-enredo da Verde e Branca.

Ficha técnica

Escola: Reino Unido da Liberdade

Enredo: "Tambores, Crença e Costumes Afro-brasileiros - A Bênção Mãe Zulmira"

Fundação: 5 de setembro de 1981

Componentes: 4.500

Entrada na avenida: 1h52

Publicidade
Publicidade