Quinta-feira, 02 de Dezembro de 2021
Caso Lucas Ramon

'Não somos ricos, mas temos dignidade', diz mãe que oferece R$ 40 mil por assassino de filho

Na sexta-feira a família anunciou que estava oferecendo recompensa de R$ 40 mil para quem informar a identidade e o paradeiro do assassino do sargento Lucas Ramon



89876_D91DB84A-D299-4DB0-B66C-C3E78B6AEC63.JPG Foto: Divulgação
16/11/2021 às 15:28

“Não somos ricos e nem milionários, mas temos dignidade”, disse Livânia Maria Silva Guimarães, mãe do sargento do Exercito Luca Ramon Guimarães, executado a tiros no dia 1ºde setembro deste ano, ao espalhar novo cartaz com a imagem mostrando o rosto do pistoleiro momentos antes de ele cometer o crime. A mãe disse que será incansável para encontrar o pistoleiro contratado para matar o seu filho.  

Na sexta-feira a família anunciou que estava oferecendo recompensa de R$ 40 mil para quem informar a identidade e o paradeiro do assassino de Lucas, também distribuiu cartaz mostrando o perfil físico dele e neste fim de semana foram apresentadas novas imagens do pistoleiro, desta vez mostrando o rosto  dele sem máscara.

Os pais do sargento estiveram em audiência como o comandante militar da Amazônia general Achiles Furlan Neto. “Fomos buscar o braço forte, mão amiga do Exercito para nos apoiar na luta pela justiça para o nosso filho, pois um militar não pode ser visto como presa fácil de criminosos”, declarou Livânia. De acordo com ela o comandante prometeu apoiá-los pela busca de justiça,

A mãe de Lucas preferiu não falar se, depois da oferta da recompensa, já apareceu alguma informação sobre o paradeiro do pistoleiro, porém a família busca outras formas de chegar ao criminoso. Quanto aos mandantes, para eles não restam duvidas que foi o casal de empresários Joabson e Jordana que encomendou a morte de Lucas.

Ontem o delegado titular da Delegacia Especializada em Homicídios e Seqüestros (DEHS) Ricardo Cunha disse que as investigações do caso são complexas. Para a polícia a linha de investigação está bem clara sobre os mandantes do crime, mas que ainda não foram concluídas. “As provas produzidas até o momento são suficientes e apontam para os empresários como sendo os mandantes”, afirmou Ricardo Cunha.



Repórter de A Crítica

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.